Sindicato dos professores cobrará pagamento do piso na Justiça

Entidade de classe ingressará com ações contra as prefeituras do Interior do Estado que não reajustaram os salários dos docentes

Sindicato dos professores cobrará pagamento do piso na Justiça
Sindicato dos professores cobrará pagamento do piso na Justiça (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – Com o objetivo de obrigar os municípios do Interior do Estado a cumprir a Lei Federal nº 11.738, que estabelece o piso salarial dos docentes, o Sindicato dos Professores de Pernambuco (SINPRO PE) vai mover ações contra as prefeituras que estão irregulares.

Nesta sexta-feira (10), professores do município de Vicência se reúnem em assembleia para aprovação da nova convenção coletiva que reivindica, além do reajuste do piso - atraso de pagamento, décimo terceiro, 1/3 de férias, efeito retroativo de 2009 a 2011 – a quebra do Plano de Carga e Carreira.

O Sinpro já entrou com ações em Passira, Cumaru e Itambé. E está com procurações dos professores de Limoeiro e Gravatá. Para os demais municípios os professores devem entrar em contato com o sindicato, munidos dos seguintes documentos: Procuração, contra cheques de 2009 até a data presente, RG e CPF.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email