Situação é crítica, diz delegado após morte de vereador em Batalha

O delegado titular da cidade de Batalha, Rômulo Monteiro (foto), disse em entrevista à Rádio Gazeta AM nesta quinta-feira que a situação do município sertanejo é "crítica", após a execução do vereador Neguinho Boiadeiro, morto com diversos tiros logo após deixar a sede Câmara Municipal; o delegado diz que a polícia está trabalhando no sentido de "apaziguar os ânimos na cidade", visto que o filho da vítima já estaria planejando vingar a morte do pai; ainda de acordo com o delegado, "Pretinho", que é filho de Neguinho Boiadeiro, deixou sua casa logo quando tomou conhecimento do assassinato

O delegado titular da cidade de Batalha, Rômulo Monteiro (foto), disse em entrevista à Rádio Gazeta AM nesta quinta-feira que a situação do município sertanejo é "crítica", após a execução do vereador Neguinho Boiadeiro, morto com diversos tiros logo após deixar a sede Câmara Municipal; o delegado diz que a polícia está trabalhando no sentido de "apaziguar os ânimos na cidade", visto que o filho da vítima já estaria planejando vingar a morte do pai; ainda de acordo com o delegado, "Pretinho", que é filho de Neguinho Boiadeiro, deixou sua casa logo quando tomou conhecimento do assassinato
O delegado titular da cidade de Batalha, Rômulo Monteiro (foto), disse em entrevista à Rádio Gazeta AM nesta quinta-feira que a situação do município sertanejo é "crítica", após a execução do vereador Neguinho Boiadeiro, morto com diversos tiros logo após deixar a sede Câmara Municipal; o delegado diz que a polícia está trabalhando no sentido de "apaziguar os ânimos na cidade", visto que o filho da vítima já estaria planejando vingar a morte do pai; ainda de acordo com o delegado, "Pretinho", que é filho de Neguinho Boiadeiro, deixou sua casa logo quando tomou conhecimento do assassinato (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Gazetaweb.com - O delegado titular da cidade de Batalha, Rômulo Monteiro, declarou, em entrevista à Rádio Gazeta AM, na tarde desta quinta-feira (9), que a situação do município sertanejo é crítica após a execução do vereador Neguinho Boiadeiro, morto com diversos disparos de arma de fogo logo após deixar a sede Câmara Municipal.

A autoridade policial disse que a polícia está trabalhando no sentido de apaziguar os ânimos na cidade, visto que o filho da vítima já estaria planejando vingar a morte do pai.

Ainda de acordo com o delegado, "Pretinho", que é filho de Neguinho Boiadeiro, deixou sua residência logo quando tomou conhecimento do assassinato.

A suspeita é a de que ele tenha ido à casa de um desafeto da família Boiadeiro e que, por isso, pode ter relação com a morte do vereador.

Ainda segundo a autoridade policial, Pretinho chegou à residência já efetuando disparos de arma de fogo, atingido o filho de um político da região identificado apenas como "Zé Emílio".

A Polícia Militar, por sua vez, deslocou homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) para Batalha, a fim de reforçar a segurança naquele município. Um inquérito policial será instaurado para apurar as circunstâncias do atentado que também deixou ferido o segurança do vereador - que seria policial civil -, além do segundo episódio envolvendo o filho de Neguinho Boiadeiro.

Confira, abaixo, vídeo em que militares socorrem Zé Emílio, baleado após a morte de Neguinho Boiadeiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247