Sob pressão, Anastasia reduz secretarias

Antes de deixar o governo em abril para se candidato ao Senado, governador de Minas promove reforma administrativa e reduz de 23 para 17 o número de secretarias; base aliada e deputados pressionam por cargos, mas tucano coloca em prática alterações e tenta evitar racha entre seus aliados

Sob pressão, Anastasia reduz secretarias
Sob pressão, Anastasia reduz secretarias

Minas247 - O governador Antonio Anastasia (PSDB) não está se submetendo às pressões e começa 2014 colocando em prática a reforma administrativa. AS mudanças do tucano vão reduzir o número de secretarias de 23 para 17.

Reportagem do Estado de Minas mostra que suplentes de deputados estaduais e federais tentam fazer pressão para segurar a reforma, mas Anastasia está tocando o projeto. E começou o ano exonerando auxiliares. O objetivo do do governador é finalizar toda as alterações até março.

Anastasia vai ser candidato ao Senado com o apoio de Aécio Neves (PSDB) e deixa o governo de Minas no dia 5 de abril, prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral. Até lá o governado precisa administrar a volúpia de sua base aliada por cargos e não deixar que os aliados provoquem possível racha.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247