Socorristas criticam ação da PM de Doria em Paraisópolis: “Parece que queriam que as pessoas morressem”

Socorristas contam que a PM chegou a cancelar o pedido de ambulâncias, mesmo com a gravidade no estado de saúde de alguns dos jovens, informando que as viaturaspoliciais já tinham socorrido os feridos

Revista Fórum - Socorristas de equipes de emergência de São Paulo disseram, em entrevista ao UOL, que a ação da Polícia Militar de João Doria em Paraisópolis foi uma “cascata de erros” e que negligência pode ter custado a vida dos nove jovens mortos durante operação em baile funk no último domingo (1).

“Foi uma cascata de erros. Parece que eles queriam que os jovens morressem”, avaliou um socorrista. Profissionais contam que a PM chegou a cancelar o pedido de ambulâncias, mesmo com a gravidade no estado de saúde de alguns dos jovens, informando que as viaturas já tinham socorrido os feridos.

Leia a íntegra na Revista Fórum.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247