Soja e milho favorecem recorde da safra em Minas

A soja e o milho, que hoje são responsáveis por 88,7% do total de grãos produzidos em Minas Gerais, devem ser os principais responsáveis pelo aumento; a previsão é a de que a colheita da soja seja 18,1% maior e a de milho, 6,5%; os dados são do levantamento de intenção de plantio divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)

Em 2014 agricultor vai gastar mais para renovar seu maquinário
Em 2014 agricultor vai gastar mais para renovar seu maquinário (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas Gerais deve colher na safra 2015/16 cerca de 12,869 milhões de toneladas de grãos, uma produção recorde. O volume é 5,9% maior que o máximo já registrado no estado, relativo à colheita de 2013, quando  foram produzidos 12,1 milhões de toneladas. Em relação à safra 2014/15, ocrescimento é ainda maior: 8,7% a mais que os 11,8 milhões de toneladas daquela safra.

A soja e o milho, que hoje são responsáveis por 88,7% do total de grãos produzidos em Minas Gerais, devem ser os principais responsáveis pelo aumento. A previsão é a de que a colheita da soja seja 18,1% maior e a de milho, 6,5%.  Os dados são do levantamento de intenção de plantio divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), João Ricardo Albanez, explica ainda que, um dos indicadores favoráveis para o aumento da produção de soja é a expansão da área cultivada, que de acordo com o Conab varia de 1,8% a 2,7%, representando entre 1.343 e 1.355 mil hectares.

O levantamento também mostra que a alta do dólar tem tornado o preço da soja mais atraente no mercado internacional. “Muitos produtores já negociaram parte da produção e isso também garante investimento e o aumento da safra”, acrescenta o superintendente.

O milho não teve um aumento tão expressivo quanto à soja, mas o superintendente ressalta que a produção do grão representa aproximadamente 60% do plantio dos produtores. “O milho é muito utilizado para a fabricação de ração e para alimentação de aves, suínos e bovinos. Por isso ainda se mantém em maior escala em Minas” , comenta Albanez.

O levantamento da Conab aponta ainda outros produtos que também aumentarão a  produção no ciclo 2015/2016, como o trigo, com previsão de alta de 20,3%; o feijão, produção 4,5% maior; o girassol (+ 3,4%); e o amendoim (+3,3%).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247