Solução criativa de Marconi garante 13º de servidores

Os estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul já pediram ajuda emergencial ao governo federal para quitar o benefício do funcionalismo; em Goiás, o governador Marconi Perillo (PSDB) adotou uma solução criativa e o Estado não vai passar sufoco neste final de ano: o 13º salário é pago no mês de aniversário do servidor; "Premia o servidor e evita pressão no caixa estadual no fim do ano", diz o tucano

Itapuranga Entrega de Casas e Cartão Renda Cidadã fotos Eduardo Ferreira
Itapuranga Entrega de Casas e Cartão Renda Cidadã fotos Eduardo Ferreira (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O drama mais recente de muitos governadores é o pagamento do 13º salário dos servidores agora no final do ano. Os estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul já pediram ajuda emergencial ao governo federal para quitar o benefício do funcionalismo. Minas Gerais e Distrito Federal também enfrentam dificuldades e tiveram que parcelar salários nos últimos meses.

Em Goiás, o governador Marconi Perillo (PSDB) adotou uma solução criativa e o Estado não vai passar sufoco neste final de ano. O 13º salário é pago no mês de aniversário do servidor. Os salários do funcionalismo também estão em dia e não há parcelamento. "A estabilidade financeira que Goiás vive hoje, com o pagamento dos servidores em dia, é resultado do ajuste fiscal que começamos a aplicar ainda em 2014", diz Marconi.

O governador goiano afirma que o 13º salário liberado no mês de aniversário "premia o servidor e evita pressão no caixa estadual no fim do ano". “Com a crise do tamanho da que é vivida pelo Brasil, era necessário realmente cortar. Eu comecei cortando pelas secretarias. Tínhamos feito um corte anterior. Tínhamos 16 secretarias e cortei mais seis. Depois cortei mais 5 mil cargos comissionados e outros quase 5 mil temporários”, revela o tucano.

 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247