SSPDS se reunirá com movimentos LGBT para discutir políticas específicas de segurança

Estão confirmadas para a tarde de hoje duas reuniões da cúpula da segurança pública para tratar da prevenção aos crimes de homofobia e transfobia. A primeira reunião envolverá a Coordenadoria de Políticas LGBT do Estado, a Defensoria Pública, a Presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal, vereadora Larissa Gaspar, além dos delegados envolvidos na apuração dos recentes crimes contra travestis, ocorridos em Fortaleza. A segunda reunião contará com a participação das entidades do movimento social LGBT do Ceará que vão cobrar a rigorosa apuração e punição dos criminosos transfóbicos, colocar a situação de insegurança que ameaça a comunidade e pedir políticas de prevenção específicas  

Estão confirmadas para a tarde de hoje duas reuniões da cúpula da segurança pública para tratar da prevenção aos crimes de homofobia e transfobia. A primeira reunião envolverá a Coordenadoria de Políticas LGBT do Estado, a Defensoria Pública, a Presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal, vereadora Larissa Gaspar, além dos delegados envolvidos na apuração dos recentes crimes contra travestis, ocorridos em Fortaleza. A segunda reunião contará com a participação das entidades do movimento social LGBT do Ceará que vão cobrar a rigorosa apuração e punição dos criminosos transfóbicos, colocar a situação de insegurança que ameaça a comunidade e pedir políticas de prevenção específicas
 
Estão confirmadas para a tarde de hoje duas reuniões da cúpula da segurança pública para tratar da prevenção aos crimes de homofobia e transfobia. A primeira reunião envolverá a Coordenadoria de Políticas LGBT do Estado, a Defensoria Pública, a Presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal, vereadora Larissa Gaspar, além dos delegados envolvidos na apuração dos recentes crimes contra travestis, ocorridos em Fortaleza. A segunda reunião contará com a participação das entidades do movimento social LGBT do Ceará que vão cobrar a rigorosa apuração e punição dos criminosos transfóbicos, colocar a situação de insegurança que ameaça a comunidade e pedir políticas de prevenção específicas   (Foto: Fatima 247)

Estão confirmadas para a tarde de hoje duas reuniões com a cúpula da segurança pública para tratar da prevenção aos crimes de homofobia e transfobia. Segundo o coordenador de Políticas Públicas LGBT do Ceará, Narciso Júnior, a primeira reunião, marcada para as 16 horas, na sede da SSPDS, envolverá a Coordenadoria de Políticas LGBT do Estado, a Defensoria Pública, a Presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal, vereadora Larissa Gaspar, além dos delegados envolvidos na apuração dos recentes crimes contra travestis, ocorridos em Fortaleza, particularmente o assassinato brutal de Dandara dos Santos e as agressões a Érika Isidoro.

A segunda reunião, prevista para as 17:30h, contará com a participação das entidades do movimento social LGBT do Ceará que vão cobrar a rigorosa apuração e punição dos criminosos transfóbicos, mas principalmente, colocar a situação de insegurança que ameaça a comunidade e pedir políticas de prevenção específicas.

O Secretário de Segurança Pública do Estado, André Costa, divulgou há cerca de duas horas, em sua página no Facebook, informações sobre a prisão dos envolvidos no assassinato da travesti Dandara dos Santos.

"Agora no Bom Jardim sendo realizada operação para prisão dos envolvidos na morte cruel da travesti Dandara dos Santos.
4 meliantes presos, sendo 3 que aparecem no vídeo que circulou na Internet e 1 que participou da filmagem.
Atos como desses covardes e vagabundos não são admitidos por nenhum cidadão de bem nem pela polícia.
Precisamos de mais educação e orientação às pessoas, que aprendam a respeitar o próximo. A intolerância só gera consequências ruins.
Todo atentado contra a vida é um crime hediondo, mas pior ainda quando é motivado pelo ódio e preconceito, por conta de orientação sexual, raça, cor, idade ou sexo.
Participo pessoalmente da operação por ter recebido essa missão do governador @camilosantanaoficial, que nos últimos dias tem sempre acompanhado o caso.
Parabéns às equipes de investigação da Polícia Civil, responsável pelas prisões, 32º DP, 12º DP e DCA. No terreno de operações, apoio da PM, Corpo de Bombeiros, além da segurança reforçada com helicóptero da CIOPAER.
O povo cearense merece essa resposta e uma política de proteção às minorias.

Ontem, segundo o TJCE, quatro adolescentes suspeitos foram apreendidos pela Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e encaminhados para um dos centros do sistema socioeducativo do Ceará, onde deverão permanecer, provisoriamente, por 45 dias.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247