Standard & Poor’s reafirma nota positiva de Minas

Agência de classificação de riscos mantém nota do Estado no grau de investimento (investiment grade): rating BBB- na escala global e brAAA na escala nacional; S&P destacou que a qualidade de crédito de Minas Gerais "reflete o seu bom desempenho orçamentário nos últimos cinco anos, além da alta proporção de fontes de receitas próprias e o sólido gerenciamento financeiro"

Standard & Poor’s reafirma nota positiva de Minas
Standard & Poor’s reafirma nota positiva de Minas (Foto: JIN LEE)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Minas - A Agência de classificação de riscos Standard & Poor's reafirmou nesta quinta-feira (1º) a nota atribuída ao Governo de Minas em 2012, rating BBB- na escala global e brAAA na escala nacional, com perspectiva estável, mantendo a classificação do Estado no grau de investimento (investiment grade). Entre os pontos positivos de sua análise, a Standard & Poor's destacou que a qualidade de crédito do Estado de Minas Gerais reflete o seu bom desempenho orçamentário nos últimos cinco anos, além da alta proporção de fontes de receitas próprias e o sólido gerenciamento financeiro".

"A confirmação da boa classificação de Minas na avaliação da Agência Standard & Poor's atesta o acerto da gestão do Estado", afirma o governador Antonio Anastasia. Segundo o informe da agência, Minas Gerais continua sendo um dos principais motores da economia brasileira. O PIB do Estado é estimado em 9,3% do PIB Brasil e a economia do Estado cresceu 2,3% em 2012, ante a taxa de crescimento nacional de 0,9%. Para a Standard & Poor's, desde 2003, Minas Gerais tem sido o Estado que mais fortemente contribui para o crescimento do PIB Nacional.

"A classificação da Standard & Poor's contribuirá para que Minas continue com acesso fácil ao crédito internacional. Esta comprovação de uma respeitada instituição internacional do equilíbrio das nossas contas públicas contribuirá também para a atração de novos investidores para o nosso Estado", avalia Antonio Anastasia.

A manutenção do Estado de Minas Gerais na mesma classificação, em um momento de crise global, demonstra o resultado positivo da adoção de uma política fiscal controlada, atuante com vistas a mitigar vulnerabilidades identificadas no âmbito de suas finanças e assegurar o bom funcionamento de suas atividades. A entidade destaca ainda que a implementação de um processo de acompanhamento das mudanças econômicas com a aplicação de medidas prudenciais e preventivas, levando em consideração suas implicações nas contas públicas, fez com que a administração estadual fosse capaz de enfrentar o momento de incertezas e com isso assegurar a execução da programação orçamentária prevista.

A Standard & Poor's analisa ainda que a perspectiva estável dos ratings atribuídos a Minas Gerais reflete a capacidade do Estado de gerar indicadores fiscais satisfatórios nos próximos dois anos, diante de investimentos crescentes e de níveis de dívida ligeiramente mais elevado, e que os resultados mostram que diferentes frentes de ação foram empreendidas, não apenas em termos econômico-financeiros, mas também na gestão administrativa e gerencial, imprimindo uma dinâmica que refletisse na obtenção de receitas extras e no controle dos gastos. Essas ações foram suficientes para surtir efeitos relevantes sobre os principais indicadores fiscais que foram alcançados pelo Estado com segurança.

Para acessar o conteúdo publicado pela Agência Standard & Poor's, clique aqui.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247