Startup disponibiliza crédito pessoal virtualmente em dois dias

Como mais uma alternativa que desafia os serviços bancários tradicionais, começa a funcionar a startup de fintech, ou tecnologia financeira, Trigg. A ideia, desta vez, é apostar em operação online e opções alternativas de acesso ao crédito

neg - 21 janeiro 2013 - cartoes de credito
neg - 21 janeiro 2013 - cartoes de credito (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Paula Zogbi, do StartSe - Como mais uma alternativa que desafia os serviços bancários tradicionais, começa a funcionar a startup de fintech, ou tecnologia financeira, Trigg. A ideia, desta vez, é apostar em operação online e opções alternativas de acesso ao crédito.

Além das operações por meio da web, a empresa, que é correspondente bancária da OMNI Financeira, responsável pela concessão dos empréstimos, já tem um site e pretende lançar também aplicativos para os sistemas operacionais Android e iOS até o ano que vem. O serviço de empréstimos por aplicativo, de acordo com a empresa, é inédito.

Com 20 mil cadastros efetuados desde a inauguração do site, a estimativa é de chegar a R$ 2 milhões emprestados até o final de 2015 no total – até agora, o número atingiu R$1 milhão em menos de dois meses de operação. O público alvo é de pessoas que buscam crédito rápido, de até seis mil reais. Há ofertas personalizadas de acordo com a necessidade de cada um.

"Nosso Cliente não quer falar no telefone ou enfrentar filas para levar cópias de documentos para uma instituição financeira. Ele busca soluções 100% online como ele. Somos uma empresa sólida e moderna, para fazer transações totalmente digitais com um público que vive conectado", informa Guilherme Müller, sócio-fundador da Trigg. Para se conectar com essas pessoas, a empresa aposta na rapidez: o crédito é concedido em dois dias úteis. O contrato é assinado virtualmente e as dúvidas podem ser tiradas por chat ou telefone.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247