STF manda apuração contra Zeze Perrella por posse ilegal de arma para a Justiça comum

De acordo com o ministro Roberto Barroso, o caso do senador Zeze Perrella (MDB-MG) não tem relação com o exercício do mandato e deve seguir para a Justiça do Distrito Federal; a PF recolheu a arma calibre 20 e cano duplo no ano passado, quando os agentes estiveram na mansão do parlamentar para cumprir mandado de busca e apreensão expedido na Operação Patmos, deflagrada para apurar a propina distribuída a políticos pelo grupo J&F

Brasília - Senador Zezé Perrella fala durante o quinto dia de julgamento final do processo de impeachment da presidenta afastada, Dilma Rousseff, no Senado.(Wilson Dias/Agência Brasil)
Brasília - Senador Zezé Perrella fala durante o quinto dia de julgamento final do processo de impeachment da presidenta afastada, Dilma Rousseff, no Senado.(Wilson Dias/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Roberto Barroso determinou a remessa do pedido de inquérito formulado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) para apurar o crime de posse ilegal de arma de fogo do  senador Zeze Perrella (MDB-MG). A informação foi publicada nesta quarta-feira (7) pela coluna Expresso.

De acordo com o ministro da Corte, o caso do emedebista não tem relação com o exercício do mandato e deve seguir para a Justiça do Distrito Federal.

A Polícia Federal recolheu a arma calibre 20 e cano duplo no ano passado, quando os agentes estiveram na mansão do parlamentar para cumprir mandado de busca e apreensão expedido na Operação Patmos, deflagrada para apurar a propina distribuída a políticos pelo grupo J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista.

Segundo a operação, o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao dono da JBS, Joesley Batista, para supostamente pagar advogados, segundo Lauro Jardim. O dinheiro foi entregue a um primo do presidente do PSDB. Segundo a PF, que filmou a cena, o dinheiro foi depositado numa empresa de Perrella. O tucano tratou a propina como venda de apartamento.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247