STF manda Detran liberar carros de Duda

O Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão assinada pelo ministro Luís Alberto Barroso, determinou que o Departamento de Trânsito da Bahia (Detran-BA) desbloqueie 'imediatamente' dois veículos do publicitário Duda Mendonça que estão em posse do governo da Bahia; um Ford Fiesta e um Toyota Hillux foram apreendidos por bloqueio judicial imposto pelo Supremo quando Duda era réu no julgamento da Ação Penal 470, o chamado mensalão

O Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão assinada pelo ministro Luís Alberto Barroso, determinou que o Departamento de Trânsito da Bahia (Detran-BA) desbloqueie 'imediatamente' dois veículos do publicitário Duda Mendonça que estão em posse do governo da Bahia; um Ford Fiesta e um Toyota Hillux foram apreendidos por bloqueio judicial imposto pelo Supremo quando Duda era réu no julgamento da Ação Penal 470, o chamado mensalão
O Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão assinada pelo ministro Luís Alberto Barroso, determinou que o Departamento de Trânsito da Bahia (Detran-BA) desbloqueie 'imediatamente' dois veículos do publicitário Duda Mendonça que estão em posse do governo da Bahia; um Ford Fiesta e um Toyota Hillux foram apreendidos por bloqueio judicial imposto pelo Supremo quando Duda era réu no julgamento da Ação Penal 470, o chamado mensalão (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão assinada pelo ministro Luís Alberto Barroso, determinou que o Departamento de Trânsito da Bahia (Detran-BA) desbloqueie 'imediatamente' dois veículos do publicitário Duda Mendonça. Os veículos estão em posse do governo da Bahia e foram apreendidos por bloqueio judicial imposto pelo Supremo quando Duda era réu no julgamento da Ação Penal 470, o chamado mensalão.

O marqueteiro baiano foi absolvido no julgamento, mas ainda não havia conseguido desbloquear alguns bens desde 2012. Os carros são um Ford Fiesta e um Toyota Hilux. Um dos automóveis havia sido dado a um funcionário, que não o usava, pois estava proibido pela decisão judicial.

Ao tomar conhecimento da proibição, Duda apresentou um pedido ao STF para desbloquear os bens no dia 3 de setembro. Decisão foi publicada na segunda-feira (8). Outros bens de Duda Mendonça já haviam sido desbloqueados pelo ministro Joaquim Barbosa, que, na época, era relator do mensalão.

Duda Mendonça acusado de evasão de divisas e lavagem de dinheiro por ter recebido R$ 11 milhões. A maioria dos ministros do STF entendeu que não havia provas de que ele soubesse da origem ilícita do dinheiro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247