STJ nega pedido de habeas Corpus do deputado Cabo Júlio

Preso desde sexta-feira (8) condenado por envolvimento na Máfia dos Sanguessugas, o deputado estadual Cabo Júlio (MDB) teve o seu pedido de habeas corpus negado pelo STJ; negativa foi baseada no entendimento do STF que possibilita a prisão após esgotamento dos recursos na segunda instância; o parlamentar está preso em um batalhão do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte

Preso desde sexta-feira (8) condenado por envolvimento na Máfia dos Sanguessugas, o deputado estadual Cabo Júlio (MDB) teve o seu pedido de habeas corpus negado pelo STJ; negativa foi baseada no entendimento do STF que possibilita a prisão após esgotamento dos recursos na segunda instância; o parlamentar está preso em um batalhão do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte
Preso desde sexta-feira (8) condenado por envolvimento na Máfia dos Sanguessugas, o deputado estadual Cabo Júlio (MDB) teve o seu pedido de habeas corpus negado pelo STJ; negativa foi baseada no entendimento do STF que possibilita a prisão após esgotamento dos recursos na segunda instância; o parlamentar está preso em um batalhão do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte (Foto: Voney Malta)

Minas 247 – Condenado por envolvimento na Máfia dos Sanguessugas - que, em 2006 apurou esquema de desvio de dinheiro público na compra de ambulâncias superfaturadas -, o pedido de habeas corpus que contesta a prisão do deputado estadual Cabo Júlio (MDB) foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A negativa do STJ foi baseada no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que possibilita a prisão após esgotamento dos recursos na segunda instância.

A determinação da prisão da instância federal foi recebida pela Vara de Execuções Criminais de Belo Horizonte, da justiça estadual de Minas, na sexta-feira (8). Ele se entregou espontaneamente no mesmo dia e está preso em um batalhão do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247