Suape bate recorde em movimentação de cargas

Terminal portuário apresentou o maior volume da sua história; montante registrado, de 12,8 milhões de toneladas, é 14% maior do que o último recorde, compilado em 2011, quando foram movimentadas 11,2 milhões de toneladas; circulação dos granéis líquidos representou 7,3 milhões de toneladas, impulsionada pelos píeres construídos para atender à demanda da Refinaria Abreu e Lima

Terminal portuário apresentou o maior volume da sua história; montante registrado, de 12,8 milhões de toneladas, é 14% maior do que o último recorde, compilado em 2011, quando foram movimentadas 11,2 milhões de toneladas; circulação dos granéis líquidos representou 7,3 milhões de toneladas, impulsionada pelos píeres construídos para atender à demanda da Refinaria Abreu e Lima
Terminal portuário apresentou o maior volume da sua história; montante registrado, de 12,8 milhões de toneladas, é 14% maior do que o último recorde, compilado em 2011, quando foram movimentadas 11,2 milhões de toneladas; circulação dos granéis líquidos representou 7,3 milhões de toneladas, impulsionada pelos píeres construídos para atender à demanda da Refinaria Abreu e Lima (Foto: Leonardo Lucena)

Pernambuco 247 - O Porto de Suape registrou a maior movimentação de cargas da sua história. O montante registrado, de 12,8 milhões de toneladas, aproximadamente, é 14% maior do que o último recorde alcançado, em 2011, quando foram movimentadas 11,2 milhões de toneladas. 

A circulação dos granéis líquidos representou 7,3 milhões de toneladas em 2013, impulsionada pelos píeres 3ª e 3B, que começaram a operar em agosto e foram construídos para atender à demanda da Refinaria Abreu e Lima, orçada em cerca de US$ 21 bilhões. A categoria abrange o óleo combustível, o álcool, a gasolina, o combustível de avião e o querosene. Já o carregamento de contêineres registrou 4,5 milhões de toneladas transportadas.

Quando for concluída, em 2015, a refinaria pode representar um grande aumento no volume dos transportes realizados pelo porto. O empreendimento terá capacidade para processar 230 mil barris de petróleo por dia. De acordo com estimativas do governo de Pernambuco, a tendência é de uma movimentação de 50 milhões de toneladas em materiais em 2016.

Outro fator que contribuirá para o aumento da movimentação de cargas é o alargamento do Canal do Panamá, que fica na América Central e liga os oceanos Pacífico e Atlântico. Dessa forma, as embarcações provenientes da Ásia atracarão em Suape pelo canal em vez de contornarem o Sul da África.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247