Sucesso com Snap ajuda empresa de capital de risco Lightspeed a levantar US$1,8 bi para novo fundo

A Lightspeed está de olho em uma expansão de negócios para o Sudeste Asiático e quer adicionar investimentos em criptomoeda, biotecnologia, serviços de transmissão de TV e até empresas de cosméticos.

Sucesso com Snap ajuda empresa de capital de risco Lightspeed a levantar US$1,8 bi para novo fundo
Sucesso com Snap ajuda empresa de capital de risco Lightspeed a levantar US$1,8 bi para novo fundo

(Reuters) - A empresa de capital de risco Lightspeed Venture Partners levantou 1,8 bilhão de dólares para investir em startups, na esperança de aproveitar sua tendência de apostas lucrativas em empresas como a Snap, disseram os sócios da empresa à Reuters.

A Lightspeed tem sido, historicamente, uma empresa de investimento em estágio inicial e foi a primeira investidora externa na Snap, dona do aplicativo de mensagens temporárias Snapchat. Mas cerca de 1,05 bilhão de dólares dos recursos novos serão destinados a um fundo separado para investir em empresas mais maduras, disseram os sócios da Lightspeed na segunda-feira. O valor em dólar é mais que o dobro do tamanho do seu fundo anterior para empresas em estágio de crescimento.

A Lightspeed está de olho em uma expansão de negócios para o Sudeste Asiático e quer adicionar investimentos em criptomoeda, biotecnologia, serviços de transmissão de TV e até empresas de cosméticos.

À medida que as startups se mantêm privadas por mais tempo, confiando em capital de risco em vez dos mercados públicos para financiamento, empresas como a Lightspeed têm de investir repetidamente em uma empresa por anos se quiserem manter uma participação acionária grande o suficiente.

“Essa tendência só vem aumentando ao longo do tempo e, como resultado, nossos recursos também vêm aumentando ao longo do tempo”, disse Jeremy Liew, sócio da Lightspeed.

A destinação do maior fundo da empresa para investimentos em estágio de crescimento reflete uma mudança na indústria de capital de risco que está em andamento há anos, à medida que grandes investidores do mundo todo acumulam investimentos em startups.

O Vision Fund do SoftBank Group, um veículo de investimento com mais de 93 bilhões de dólares, irritou a comunidade de capital de risco, ao investir bilhões de dólares em empresas como a WeWork e o Uber Technologies. O fundo geralmente mantém uma grande participação acionária e pode comprar investidores já existentes.

No primeiro semestre, as empresas de capital de risco norte-americanas captaram mais de 20 bilhões de dólares em 157 fundos, a caminho de superar o total do ano passado, segundo relatório divulgado nesta terça-feira pela empresa de dados PitchBook. Em comparação, as empresas de risco levantaram 18 bilhões de dólares em 157 fundos para todo o ano de 2004, os dados mais antigos disponíveis do Pitchbook.

Por Heather Somerville

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247