Suspeitos de tráfico de armas são presos

Dez pessoas foram presas pela polícia alagoana acusadas de venda de arma de fogo, porte ilegal e tentativa de homicídio; foram apreendidos 16 armas de fogo, quatro revólveres, uma pistola 9 milímetros, um fuzil 7.62 e espingardas de vários calibres, além de vasta quantidade de munição; prisões foram feitas em Santana do Ipanema e Poço das Trincheiras, no Sertão de Alagoas

Dez pessoas foram presas pela polícia alagoana acusadas de venda de arma de fogo, porte ilegal e tentativa de homicídio; foram apreendidos 16 armas de fogo, quatro revólveres, uma pistola 9 milímetros, um fuzil 7.62 e espingardas de vários calibres, além de vasta quantidade de munição; prisões foram feitas em Santana do Ipanema e Poço das Trincheiras, no Sertão de Alagoas
Dez pessoas foram presas pela polícia alagoana acusadas de venda de arma de fogo, porte ilegal e tentativa de homicídio; foram apreendidos 16 armas de fogo, quatro revólveres, uma pistola 9 milímetros, um fuzil 7.62 e espingardas de vários calibres, além de vasta quantidade de munição; prisões foram feitas em Santana do Ipanema e Poço das Trincheiras, no Sertão de Alagoas (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - Uma operação deflagrada na madrugada desta quinta-feira (12) prendeu dez pessoas em Santana do Ipanema e Poço das Trincheiras, Sertão de Alagoas. O bando é acusado de venda de arma de fogo, porte ilegal e tentativa de homicídio.

Segundo informações do capitão Winston, do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), a operação foi desencadeada após investigações do Ministério Público Estadual (MPE) e cumpriu mandados de busca e apreensão expedidos pelo juiz da Vara Criminal de Santana, Diego Juiz. 

Os acusados – não identificados – foram levados para as Delegacias de Santana e de Dois Riachos, pois o delegado de Poço das Trincheiras responde pela distrital. Eles são acusados de venda de arma de fogo, porte e tentativa de homicídio. Os nomes, entretanto, não foram repassados pela polícia. 

Ao todo, foram apreendidos 16 armas de fogo, quatro revólveres (três de calibre 38 e um de calibre 32), uma pistola 9 milímetros, um fuzil 7.62 e espingardas de vários calibres, além de vasta quantidade de munição. A força-tarefa foi concluída às 9h e é uma continuidade da Operação Sertão Mais Seguro.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247