Tarso Genro: “Lula termina este ciclo maior do que era”

O ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro (PT) criticou a imprensa tradicional e a perseguição judicial contra o ex-presidente Lula, condenado sem provas no processo do triplex no Guarujá (SP); "Em função da nítida perseguição que lhe foi feita pelo oligopólio da mídia das falsas promessas de que tudo iria melhorar, se Dilma caísse, o que era fraude e mentira, Lula termina este ciclo maior do que era. De dentro do cárcere ainda será maior que Temer, Moro, Globo e FHC", escreveu o ex-chefe do executivo gaúcho em sua conta no Twitter

2014.10.15 - Porto Alegre/RS/Brasil - Entrevista com o candidato à reeleição para o Palácio Piratini Tarso Genro, do PT. Segundo Turno. Eleições 2014. | Foto: Ramiro Furquim/Sul21.com.br
2014.10.15 - Porto Alegre/RS/Brasil - Entrevista com o candidato à reeleição para o Palácio Piratini Tarso Genro, do PT. Segundo Turno. Eleições 2014. | Foto: Ramiro Furquim/Sul21.com.br (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - O ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro (PT) criticou a imprensa tradicional e a perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado sem provas no processo do triplex no Guarujá (SP).

"Em função da nítida perseguição que lhe foi feita pelo oligopólio da mídia das falsas promessas de que tudo iria melhorar, se Dilma caísse, o que era fraude e mentira, Lula termina este ciclo maior do que era. De dentro do cárcere ainda será maior que Temer, Moro, Globo e FHC", escreveu o ex-chefe do executivo gaúcho em sua conta no Twitter.

O juiz Sergio Moro emitiu ordem de prisão na quinta-feira (5), dando um prazo de até às 17h desta sexta (6) para o ex-presidente se entregar. Em discurso histórico em São Bernardo do Campo (SP), neste sábado (7), Lula disse que  "o que eles não se dão conta é de que, quanto mais me atacam, mais cresce a minha relação com o povo brasileiro", disse o ex-presidente com a voz rouca. "Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais podem deter a chegada da primavera".

"Eu sou um construtor de sonhos. Sonhei que era possível um metalúrgico, sem diploma, cuidar mais da educação do que os diplomados e concursados cuidaram da educação", afirmou (leia mais aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247