Taxistas já podem rodar no Move em BH

As pistas do Move nas avenidas Antônio Carlos e Pedro I estão liberadas para taxistas a partir desta segunda-feira (6), que tentam recuperar clientes diante da crise econômica e da concorrência de aplicativos de transporte, como Uber e Cabify; a medida é experimental e, depois de três meses, será avaliada quanto à implantação definitiva; apenas táxis com passageiros poderão circular nas pistas de ônibus, na faixa da direita; o embarque e o desembarque de usuários são proibidos

As pistas do Move nas avenidas Antônio Carlos e Pedro I estão liberadas para taxistas a partir desta segunda-feira (6), que tentam recuperar clientes diante da crise econômica e da concorrência de aplicativos de transporte, como Uber e Cabify; a medida é experimental e, depois de três meses, será avaliada quanto à implantação definitiva; apenas táxis com passageiros poderão circular nas pistas de ônibus, na faixa da direita; o embarque e o desembarque de usuários são proibidos
As pistas do Move nas avenidas Antônio Carlos e Pedro I estão liberadas para taxistas a partir desta segunda-feira (6), que tentam recuperar clientes diante da crise econômica e da concorrência de aplicativos de transporte, como Uber e Cabify; a medida é experimental e, depois de três meses, será avaliada quanto à implantação definitiva; apenas táxis com passageiros poderão circular nas pistas de ônibus, na faixa da direita; o embarque e o desembarque de usuários são proibidos (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - As pistas do Move nas avenidas Antônio Carlos e Pedro I estão liberadas para taxistas a partir desta segunda-feira (6), que tentam recuperar clientes diante da crise econômica e da concorrência de aplicativos de transporte, como Uber e Cabify. A medida é experimental e, depois de três meses, será avaliada quanto à implantação definitiva. Apenas táxis com passageiros poderão circular nas pistas de ônibus, na faixa da direita. O embarque e o desembarque de usuários são proibidos.

De acordo com informações da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), a iniciativa foi consequência de reivindicação da categoria e vai reduzir o tempo de viagem a destinos como os aeroportos da Pampulha e o Internacional de Belo Horizonte, e Mineirão.

Em testes preliminares realizados pela BHTrans, houve uma redução de cerca de 40% no tempo de viagem na pista do Move em comparação com o tempo gasto em pista mista. O percentual de redução é referente a um percurso de 41 km entre a estação Senai, na avenida Antônio Carlos, no bairro Lagoinha, na região Noroeste da capital, até o aeroporto internacional.

O Sindicato dos Taxistas de Minas Gerais (Sincavir-MG) pediu à Prefeitura de Belo Horizonte a extensão da medida para as demais vias com pista do Move.

O valor da bandeirada do táxi continua R$ 4,70. O quilômetro rodado na bandeira 1 custa R$ 2,94 e, na bandeira 2, R$ 3,53.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247