TCM aponta irregularidades no ISGH e Capitão Wagner pede esclarecimentos sobre o contrato

O ISGH é uma organização social criado em 2002 para contratação de terceirizados e operar na gestão dos hospitais e postos do município. Foi escolhido com dispensa de licitação e um montante estipulado no valor de R$ 59.532.876,40

O ISGH é uma organização social criado em 2002 para contratação de terceirizados e operar na gestão dos hospitais e postos do município. Foi escolhido com dispensa de licitação e um montante estipulado no valor de R$ 59.532.876,40
O ISGH é uma organização social criado em 2002 para contratação de terceirizados e operar na gestão dos hospitais e postos do município. Foi escolhido com dispensa de licitação e um montante estipulado no valor de R$ 59.532.876,40 (Foto: Renata Paiva)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - O deputado estadual Capitão Wagner encaminhou pedido de informações da Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de Fortaleza, solicitando cópia dos relatórios pertinentes à execução do contrato de gestão firmado com o Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH).

O ISGH é uma organização social criado em 2002 para contratação de terceirizados e operar na gestão dos hospitais e postos do município. Foi escolhido com dispensa de licitação e um montante estipulado no valor de R$ 59.532.876,40.

O Tribunal de Contas do Município (TCM) aponta irregularidades na forma de contratação, como a não justificativa do valor do contrato e uma previsão absurda da Prefeitura de Fortaleza na concessão de equipamentos ao instituto. “O ISGH recebe 59 milhões para prestar um serviço e ainda recebe os bens móveis e imóveis da Prefeitura de Fortaleza”, criticou o deputado Capitão Wagner.

Outra irregularidade apontada pelo deputado é a inexistência de um plano de trabalho para realização do serviço por parte da empresa contratada. “A empresa não tem nem um plano de execução do serviço que está sendo paga para oferecer. Talvez por isso Fortaleza tenha um dos piores índices de saúde do Ceará”.

O requerimento Nº 1079/2015 solicita documentação para que seja feita uma análise técnica referente aos resultados da contratação com o Instituto. O deputado requer um comparativo específico das metas propostas com os resultados alcançados, acompanhados das prestações de contas correspondentes aos exercícios de 2013 e 2014.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247