Teixeira: áudio de Temer revela que impeachment foi comprado

Deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) avalia que a denúncia de que Michel Temer aprovou a compra do silêncio de Eduardo Cunha revela um fator a mais: que o impeachment que tirou Dilma Rousseff do poder também foi comprado, e que o silêncio de Cunha é comprado para que isso não seja revelado

Deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) avalia que a denúncia de que Michel Temer aprovou a compra do silêncio de Eduardo Cunha revela um fator a mais: que o impeachment que tirou Dilma Rousseff do poder também foi comprado, e que o silêncio de Cunha é comprado para que isso não seja revelado
Deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) avalia que a denúncia de que Michel Temer aprovou a compra do silêncio de Eduardo Cunha revela um fator a mais: que o impeachment que tirou Dilma Rousseff do poder também foi comprado, e que o silêncio de Cunha é comprado para que isso não seja revelado (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 – O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) avalia que a denúncia do empresário Joesley Batista, da JBS, de que Michel Temer aprovou a compra do silêncio de Eduardo Cunha revela um fator a mais: que o impeachment foi comprado.

O parlamentar acredita que o impeachment que tirou Dilma Rousseff do poder 'foi comprado em três fases":

No período eleitoral, quando Cunha, com Michel Temer, comprou uma bancada com dinheiro da Odebrecht; no momento da eleição de Eduardo Cunha à presidência da Câmara e no momento do impeachment efetivamente.

Agora, diz ele, o silêncio de Cunha é comprado, com apoio de Temer, para que isso não seja revelado. "É um episódio que revela que o impeachment foi comprado. O momento agora é de 'Fala Cunha'", afirma Teixeira.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247