Teixeira: Cármen Lúcia jogou gasolina para apagar o fogo

Deputado Paulo Teixeira (PT-SP) criticou a presidente do STF, Cármen Lúcia, que admitiu ter fracasso da tentativa de pacificar o País; no Twitter, o parlamentar afirmou que a presidente da Corte "jogou gasolina para apagar fogo, ajudando a agravar a crise politica nacional"

Teixeira: Cármen Lúcia jogou gasolina para apagar o fogo
Teixeira: Cármen Lúcia jogou gasolina para apagar o fogo (Foto: Luis Macedo - Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) criticou nesta segunda-feira (28) a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, que, na última terça-feira (22), afirmou que sua "tentativa de pacificar (o País) foi permanente". "Não consegui a pacificação social, pelo menos do que era minha atribuição. Porém, dei o exemplo de serenidade nos momentos mais difíceis".

No Twitter, o parlamentar afirmou que a presidente da Corte "jogou gasolina para apagar fogo, ajudando a agravar a crise politica nacional".

O STF negou no mês passado Habeas Corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que abriu caminho para a prisão dele, que se entregou à Polícia Federal dias depois, após ordem de prisão emitida por Sérgio Moro mesmo ter o esgotamento de todos os recursos judiciais. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247