Teixeira: ‘fascismo está atingindo nível inimaginável no Brasil’

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) lamentou a tentativa de assassinato contra uma integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), que aconteceu nesta sexta-feira (6), na BR-101, no estado da Paraíba; "Gravíssimo. A violência e o fascismo estão atingindo níveis inimagináveis no Brasil. Durante mobilização na BR 101, na PB, um homem furou um bloqueio e atirou com arma de fogo contra Lindinalva Pereira de Lima Filha. A trabalhadora está a caminho do hospital", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) lamentou a tentativa de assassinato contra uma integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), que aconteceu nesta sexta-feira (6), na BR-101, no estado da Paraíba; "Gravíssimo. A violência e o fascismo estão atingindo níveis inimagináveis no Brasil. Durante mobilização na BR 101, na PB, um homem furou um bloqueio e atirou com arma de fogo contra Lindinalva Pereira de Lima Filha. A trabalhadora está a caminho do hospital", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter
O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) lamentou a tentativa de assassinato contra uma integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), que aconteceu nesta sexta-feira (6), na BR-101, no estado da Paraíba; "Gravíssimo. A violência e o fascismo estão atingindo níveis inimagináveis no Brasil. Durante mobilização na BR 101, na PB, um homem furou um bloqueio e atirou com arma de fogo contra Lindinalva Pereira de Lima Filha. A trabalhadora está a caminho do hospital", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) lamentou a tentativa de assassinato contra uma integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), que aconteceu nesta sexta-feira (6), na BR-101, no estado da Paraíba.

"Gravíssimo. A violência e o fascismo estão atingindo níveis inimagináveis no Brasil. Durante mobilização na BR 101, na PB, um homem furou um bloqueio e atirou com arma de fogo contra Lindinalva Pereira de Lima Filha. A trabalhadora está a caminho do hospital", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter.

Movimentos sociais e sindicais fazem protestos em várias cidades do País contra a ordem de prisão emitida pelo juiz federal Sergio Moro, para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Sila seja encarcerado.

O ex-presidente teve seu Habeas Corpus negado pelo Supremo Tribunal Federal, nesta quarta-feira (4). Mas o inciso LVII do artigo 5º da Constituição prevê que "ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória".

Lula foi condenado sem provas no processo do triplex no Guarujá (SP). O Ministério Público Federal acusou ele de ter recebido o apartamento como propina da OAS. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247