Teixeira ironiza Guedes: o combustível do Posto Ipiranga é adulterado

"Se o Paulo Guedes guru econômico do Bolsonaro é considerado o 'Posto Ipiranga', cuidado que o combustível é adulterado! Unificação do IR proposta por Paulo Guedes criaria 'apartheid social'", afirmou o deputado do PT-SP

Teixeira ironiza Guedes: o combustível do Posto Ipiranga é adulterado
Teixeira ironiza Guedes: o combustível do Posto Ipiranga é adulterado (Foto: Esq.: Lúcio Bernardo Jr. - Câmara)

SP 247 - O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) fez uma ironia com o economista Paulo Guedes, considerado o 'Posto Ipiranga', expressão usada pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) em julho deste ano para fazer referência ao papel do seu "guru econômico". O parlamentar criticou a proposta de unificação da alíquota do Imposto de Renda (IR) em 20%.

"Se o Paulo Guedes guru econômico do Bolsonaro é considerado o "Posto Ipiranga", cuidado que o combustivel é adulterado! Unificação do IR proposta por Paulo Guedes criaria 'apartheid social'", disse o congressista no Twitter, citando o termo usado pelo economista da Universidade de Campinas (Unicamp) Pedro Rossi, que, durante entrevista à Carta Capital, alertou para a possibilidade de a proposta gerar um "efeito catastrófico em uma sociedade desigual como a nossa". "Vamos tender para o apartheid social. É insustentável", afirmou o estudioso.

Atualmente, quem ganha até R$ 1.900 está isento do IR no Brasil. A partir daí o IR retido nos salários é cobrado por faixas que vão de 7,5% a 27,5%, cobrados de ganhos a partir de R$ 4.664. Dessa forma, com a proposta da equipe de Bolsonaro, o IR ficaria mais caro para quem ganha menos e menor para os salários ou rendimentos maiores.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247