Temer não quer prejudicar imagem com seca no Nordeste

Nordeste deverá enfrentar o sexto ano consecutivo de seca, o que colocará a estiagem atual como a mais longa dos últimos cem anos; de olho no impacto social e econômico na Região em que registra os piores índices de popularidade, o governo Michel Temer já está preparando uma campanha publicitária para evitar que o peemedebista seja responsabilizado pelo colapso no abastecimento de água; avaliação do governo é que se a população for avisada com antecedência o desgaste a ser enfrentado será menor

Nordeste deverá enfrentar o sexto ano consecutivo de seca, o que colocará a estiagem atual como a mais longa dos últimos cem anos; de olho no impacto social e econômico na Região em que registra os piores índices de popularidade, o governo Michel Temer já está preparando uma campanha publicitária para evitar que o peemedebista seja responsabilizado pelo colapso no abastecimento de água; avaliação do governo é que se a população for avisada com antecedência o desgaste a ser enfrentado será menor
Nordeste deverá enfrentar o sexto ano consecutivo de seca, o que colocará a estiagem atual como a mais longa dos últimos cem anos; de olho no impacto social e econômico na Região em que registra os piores índices de popularidade, o governo Michel Temer já está preparando uma campanha publicitária para evitar que o peemedebista seja responsabilizado pelo colapso no abastecimento de água; avaliação do governo é que se a população for avisada com antecedência o desgaste a ser enfrentado será menor (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O Nordeste deverá enfrentar o sexto ano consecutivo de seca, o que colocará a estiagem atual como a mais longa dos últimos cem anos. De olho no impacto social e econômico na Região em que registra os piores índices de popularidade, o governo Michel Temer já está preparando uma campanha publicitária para evitar que o peemedebista seja responsabilizado pelo colapso no abastecimento de água.

De acordo com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, a avaliação é que.

O governo federal tem utilizado cerca de 6,8 mil carros-pipa para atender 3,5 mil localidades que enfrentam problemas decorrentes da estiagem .

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247