Temporal provoca alagamentos e deixa o trânsito lento em Maceió

O temporal que caiu no litoral de Alagoas entre a madrugada e o início da manhã desta quinta-feira (15) provocou diversos pontos de alagamento e deixou o trânsito lento em Maceió; os bairros da parte baixa foram os mais afetados, mas também houve registro de problemas na parte alta da cidade

O temporal que caiu no litoral de Alagoas entre a madrugada e o início da manhã desta quinta-feira (15) provocou diversos pontos de alagamento e deixou o trânsito lento em Maceió; os bairros da parte baixa foram os mais afetados, mas também houve registro de problemas na parte alta da cidade
O temporal que caiu no litoral de Alagoas entre a madrugada e o início da manhã desta quinta-feira (15) provocou diversos pontos de alagamento e deixou o trânsito lento em Maceió; os bairros da parte baixa foram os mais afetados, mas também houve registro de problemas na parte alta da cidade (Foto: Charles Nisz)

GazetaWeb - O temporal que caiu no litoral de Alagoas entre a madrugada e o início da manhã desta quinta-feira (15) provocou diversos pontos de alagamento e deixou o trânsito lento em Maceió. Os bairros da parte baixa foram os mais afetados, mas também houve registro de problemas na parte alta.

No bairro da Levada, apesar do recente trabalho de recapeamento asfáltico, a avenida que dá acesso ao Vergel do Lago ficou completamente tomada pela água depois que um córrego lateral transbordou. A área havia sido elevada cerca de 80 cm pela Secretaria Municipal de Infraestrutura.

Nos bairros de Jatiúca e Ponta Verde, diversas ruas ficaram completamente alagadas. Foram registrados pontos de alagamento em ruas sem saída do Stella Maris, em vias que ligam as avenidas Amélia Rosa e Jatiúca e em vários trechos da Ponta Verde, como nas imediações da Praça do Skate.

A Rua Miguel Palmeira, no bairro do Farol, foi tomada pela água. Pelo menos três carros que estavam estacionados no local ficaram parcialmente cobertos pela água e o trânsito ficou interrompido na região.

O meteorologista Vinícios Pinho, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e de Recursos Hídricos (Semarh), informou que a previsão para os próximos dias é de pancadas de chuva, intercalando com períodos de tempo seco. Segundo ele, a região está sob influência de um "vórtice ciclônico", que faz com que aumente a umidade na área.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247