Tin Gomes: “Nunca pensei em ganhar eleição”

Candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo PHS, Tin Gomes foi à Câmara Municipal nesta quinta (22) debater com os vereadores suas propostas de governo. Antes de tudo, disse que nunca pensou em ganhar a eleição. "Quero discutir a cidade. Quero apenas dizer o que penso, por tudo que fiz e sou", afirmou. O deputado estadual criticou os candidatos que estão prometendo o passe livre em seu programa de governo, defendeu o plano de escola integral, a expansão das ciclofaixas para os bairros da periferia e o redimensionamento das faixas exclusivas de ônibus

Candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo PHS, Tin Gomes foi à Câmara Municipal nesta quinta (22) debater com os vereadores suas propostas de governo. Antes de tudo, disse que nunca pensou em ganhar a eleição. "Quero discutir a cidade. Quero apenas dizer o que penso, por tudo que fiz e sou", afirmou. O deputado estadual criticou os candidatos que estão prometendo o passe livre em seu programa de governo, defendeu o plano de escola integral, a expansão das ciclofaixas para os bairros da periferia e o redimensionamento das faixas exclusivas de ônibus
Candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo PHS, Tin Gomes foi à Câmara Municipal nesta quinta (22) debater com os vereadores suas propostas de governo. Antes de tudo, disse que nunca pensou em ganhar a eleição. "Quero discutir a cidade. Quero apenas dizer o que penso, por tudo que fiz e sou", afirmou. O deputado estadual criticou os candidatos que estão prometendo o passe livre em seu programa de governo, defendeu o plano de escola integral, a expansão das ciclofaixas para os bairros da periferia e o redimensionamento das faixas exclusivas de ônibus (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O deputado estadual Tin Gomes (PHS) foi à Câmara Municipal nesta quinta-feira (22) para participar do ciclo de debates promovido pelo Legislativo com todos os candidatos à Prefeitura de Fortaleza. Antes de apresentar suas propostas, fez questão de ressaltar que nunca pensou em ganhar a eleição, mas que decidiu aceitar essa missão para ter a oportunidade de discutir a Cidade e colocar suas experiências. "Nunca pensei em ganhar eleição. Eu já ganhei muito. Quero discutir a cidade. Quero apenas dizer o que penso, por tudo que fiz e sou".

Dentro de suas principais propostas está a creche em tempo integral e o Programa Educação em Tempo Integral, onde o estudante irá em um turno frequentar a escola de ensino fundamental e no segundo turno, com ajuda de monitores, terá atividades ligadas ao esporte, cultura e lazer em equipamentos que serão construídos nas praças próximo as às escolas. Na saúde, Tin quer aparelhar os Postos de Saúde com raio-X, mamografia, endoscopia, colonoscopia, ultrassom e laboratórios, possibilitando que o médico faça o diagnóstico com mais segurança.

No transporte, o candidato a prefeito de Fortaleza criticou os candidatos que estão prometendo o passe livre em seu programa de governo. Segundo o deputado, a promessa pode até acontecer, mas a conta será paga em uma próxima gestão. "Não dá para dar passe livre, vamos discutir com responsabilidade", disse Tin. Em seu programa, o deputado ainda promete que se for eleito vai investir no transporte público, climatizando 100% a frota de ônibus e criando mecanismos que garantam a pontualidade de todos os modais de transporte coletivo. Além disso, o candidato garantiu expandir as ciclofaixas para os bairros da periferia e redimensionar as faixas exclusivas de ônibus, adequando a quantidade de faixas à realidade de cada via, liberando para uso de táxi e mototáxi.

Já na área de urbanização, o candidato afirmou que vai dar prioridade. Tin defende a urbanização como vários outros serviços, de forma igual para toda a população. O candidato disse que vai canalizar os pequenos rios e riachos; limpar os córregos e riachos de três em três meses e pavimentar todas as ruas de areia e piçarra. Sobre a ordenação da Cidade, Tin afirmou que será uma ação difícil, relatando principalmente os problemas que Fortaleza enfrenta com suas feiras livres.

"Da minha parte acho que da para cumprir. São coisas simples que podemos fazer, que podemos trabalhar. O intuito da gente não é só vencer. Queremos discutir a cidade que moro, gosto, que trabalho e conheço. Considero Fortaleza uma Cidade que não é rica e não pode pensar grande antes de pensar nos maiores problemas, que são desumanos. Nossa periferia esta caótica", pontuou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247