TJ-RS mantém condenação de Gentili por danos morais contra Maria do Rosário

O TJ-RS manteve a condenação de Danilo Gentili por danos morais contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS). Ele terá de pagar R$ 15 mil à parlamentar; em nota, a congressista afirmou que a decisão do tribunal "é um resultado pedagógico que contribui para desenvolver atitudes de respeito, principalmente para com as mulheres"

TJ-RS mantém condenação de Gentili por danos morais contra Maria do Rosário
TJ-RS mantém condenação de Gentili por danos morais contra Maria do Rosário (Foto: Esq.: Lúcio Bernardo Jr / Dir.: Reprodução)

Rio Grande do Sul 247 - O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul manteve nesta quinta-feira (12) a condenação de Danilo Gentili por danos morais contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). Ele terá de pagar R$ 15 mil à parlamentar.

A congressista ajuizou ação indenizatória por danos morais contra apresentador por causa da postagem e divulgação de um vídeo em redes sociais. Narrou que na gravação, ele aparece recebendo uma notificação expedida pela Câmara dos Deputados. Rasga o documento, coloca dentro das calças e novamente no envelope, com indicações ofensivas e obscenas e, também, com incitação ao ódio e violência contra a autora.

Em nota, Maria do Rosário disse que a decisão do TJ-RS "é um resultado pedagógico que contribui para desenvolver atitudes de respeito, principalmente para com as mulheres".

Leia a íntegra:

Novamente o machismo e a violência foram derrotados. Nesta tarde a 9° câmara cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul decidiu por unanimidade manter a condenação do Sr. Danilo Gentili por danos morais.

Essa decisão fortalece nossa atuação diária para que nenhuma pessoa seja ferida em sua dignidade. É um resultado pedagógico que contribui para desenvolver atitudes de respeito, principalmente para com as mulheres. Assim como em outros processos em que derrotamos atos machistas e misóginos, compartilho essa vitória com todas as mulheres. Todas merecem respeito! Ninguém deve poder nos agredir ou dizer que uma mulher deve se calar.

Fizemos uma longa jornada até alcançarmos direitos iguais e precisamos assegura-los para todas.

Compartilho também com todos os homens que defendem a dignidade e não praticam ou aceitam o desrespeito das mulheres. Vocês fazem a diferença.

A parlamentar ajuizou ação indenizatória por danos morais contra Danilo Gentili por causa da postagem e divulgação de um vídeo em redes sociais. Narrou que na gravação, ele aparece recebendo uma notificação expedida pela Câmara dos Deputados. Rasga o documento, coloca dentro das calças e novamente no envelope, com indicações ofensivas e obscenas e, também, com incitação ao ódio e violência contra a autora.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247