TO mantém saldo positivo de empregos em junho

Dados do Cadastro Geral da Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, apontam que junho é o quarto mês deste ano com saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada no Tocantins; houve um total de 4.415 admissões contra 3.942 desligamentos, gerando um saldo de 473 vagas, ou seja, uma variação positiva de 0,37%

Dados do Cadastro Geral da Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, apontam que junho é o quarto mês deste ano com saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada no Tocantins; houve um total de 4.415 admissões contra 3.942 desligamentos, gerando um saldo de 473 vagas, ou seja, uma variação positiva de 0,37%
Dados do Cadastro Geral da Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, apontam que junho é o quarto mês deste ano com saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada no Tocantins; houve um total de 4.415 admissões contra 3.942 desligamentos, gerando um saldo de 473 vagas, ou seja, uma variação positiva de 0,37% (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - Dados do Cadastro Geral da Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, apontam que junho é o quarto mês deste ano com saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada no Tocantins. Houve um total de 4.415 admissões contra 3.942 desligamentos, gerando um saldo de 473 vagas, ou seja, uma variação positiva de 0,37%.

Foram pesquisados, pelo Caged, os municípios do Estado com população acima de 30 mil habitantes, sendo eles: Araguaína, Araguatins, Colinas do Tocantins, Gurupi, Palmas, Paraíso do Tocantins e Porto Nacional. Destes, apenas Gurupi e Paraíso registraram saldo negativo na geração de novos postos de trabalho.

Segundo o Caged, em Araguaína, o saldo positivo foi de 62 novas vagas; em Araguatins, 8; Colinas do Tocantins, 52; Palmas, 363; e Porto Nacional, 55. Gurupi registrou déficit de 24 postos; e Paraíso, de 43. A construção civil foi o setor que mais contratou, por sua vez o setor de agropecuária foi que o mais demitiu.

Em junho, o estado com o melhor saldo na geração de empregos foi para Minas Gerais, com 15.445, seguido por Mato Grosso (5.779) e por Goiás (4.795). Na outra ponta da tabela, o pior saldo foi o Rio Grande do Sul (-9.513), seguido pelo Rio de Janeiro (-5.689) e pelo Paraná (-3.561).  

Balança Comercial

Na esteira dos números positivos, a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) divulgou, no dia 13 de julho, a Balança Comercial referente ao primeiro semestre de 2017. O estudo mostra que o número de exportações aumentou 32,6% e as importações aumentaram 147,5% no Tocantins em comparação ao primeiro semestre de 2016.

A soja é o produto mais exportado do Tocantins, seguido por carnes desossadas de bovinos. Porto Nacional aparece em primeiro lugar no ranking das cidades que mais movimentam o comércio exterior tocantinense. Palmas ocupa o segundo lugar nas exportações do primeiro semestre, subindo 6 posições se comparado ao mesmo período de 2016, devido ao aumento nas exportações de soja, bijuterias e outros artefatos confeccionados, incluídos moldes para vestuário. O principal parceiro comercial do Tocantins nas exportações é a China que demanda, principalmente, soja, couros e peles de bovinos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247