Tocha olímpica vai passar por 12 cidades goianas

Ministro dos Esportes, George Hilton, esteve em Goiânia nesta sexta-feira e confirmou que a tocha olímpia, símbolo dos Jogos do Rio 2016, vai passar por Goiás em maio do ano que vem; revezamento no País terá início em 3 de maio de 2016, em Brasília e deois seguirá para os municípios goianos: Corumbá, Pirenópolis, Anápolis, Itaberaí, Cidade de Goiás, Inhumas, Goiânia, Trindade, Aparecida de Goiânia, Caldas Novas e Morrinhos; "Queremos todos, das prefeituras e do governo do Estado, engajados neste projeto. Vamos fazer uma festa bonita. Seremos o primeiro Estado a recebê-la, depois do Distrito Federal. Sabemos que a primeira impressão é a que fica. Então, nossa responsabilidade é grande", disse Marconi

Ministro dos Esportes, George Hilton, esteve em Goiânia nesta sexta-feira e confirmou que a tocha olímpia, símbolo dos Jogos do Rio 2016, vai passar por Goiás em maio do ano que vem; revezamento no País terá início em 3 de maio de 2016, em Brasília e deois seguirá para os municípios goianos: Corumbá, Pirenópolis, Anápolis, Itaberaí, Cidade de Goiás, Inhumas, Goiânia, Trindade, Aparecida de Goiânia, Caldas Novas e Morrinhos; "Queremos todos, das prefeituras e do governo do Estado, engajados neste projeto. Vamos fazer uma festa bonita. Seremos o primeiro Estado a recebê-la, depois do Distrito Federal. Sabemos que a primeira impressão é a que fica. Então, nossa responsabilidade é grande", disse Marconi
Ministro dos Esportes, George Hilton, esteve em Goiânia nesta sexta-feira e confirmou que a tocha olímpia, símbolo dos Jogos do Rio 2016, vai passar por Goiás em maio do ano que vem; revezamento no País terá início em 3 de maio de 2016, em Brasília e deois seguirá para os municípios goianos: Corumbá, Pirenópolis, Anápolis, Itaberaí, Cidade de Goiás, Inhumas, Goiânia, Trindade, Aparecida de Goiânia, Caldas Novas e Morrinhos; "Queremos todos, das prefeituras e do governo do Estado, engajados neste projeto. Vamos fazer uma festa bonita. Seremos o primeiro Estado a recebê-la, depois do Distrito Federal. Sabemos que a primeira impressão é a que fica. Então, nossa responsabilidade é grande", disse Marconi (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo vai acompanhar a tocha dos Jogos Olímpicos de 2016 por boa parte das 12 cidades goianas que vão receber o principal símbolo da competição em maio do ano que vem. O anúncio foi feito por ele hoje, durante reunião de trabalho do comitê que discute o revezamento da tocha no Estado, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. O evento teve a presença do ministro dos Esportes, George Hilton, e dos prefeitos de dois municípios por onde a pira olímpica vai passar em Goiás, como Goiânia (Paulo Garcia) e Aparecida de Goiânia (Maguito Vilela).

A tocha vai circular pelo Estado durante três dias. O revezamento no País terá início em 3 de maio de 2016, por Brasília (DF). Segundo informações do Ministério dos Esportes, ainda será definido se o revezamento em solo goiano terá início logo no dia 3 ou no dia seguinte (4 de maio). “Ainda estamos discutindo estes detalhes. Mas é certo que serão 12 cidades em Goiás a receberem a tocha aqui”, garantiu o ministro dos Esportes, George Hilton, durante pronunciamento de abertura da reunião.

Da capital federal, a tocha segue para Corumbá, Pirenópolis até chegar a Anápolis, onde passa a noite. De lá, segue para Itaberaí, cidade de Goiás, Inhumas até chegar a Goiânia. No dia seguinte, será a vez de Trindade, Aparecida de Goiânia e Caldas Novas, onde a tocha ficará até no outro dia. Depois, segue para Morrinhos, a última cidade do seu trajeto por Goiás. A partir deste ponto será levada para Araguari, onde começará seu percurso pelo Estado de Minas Gerais.

O governador Marconi Perillo afirmou, durante discurso de abertura dos trabalhos do comitê, que toda a estrutura do Estado estará à disposição para que a recepção da tocha em Goiás seja uma referência. Ele ainda destacou a importância da parceria entre governo federal, Estado e municípios para que se promova uma recepção que entre para a história das Olimpíadas. Marconi convidou o ministro George Hilton a acompanhá-lo durante o trajeto da pira pelo solo goiano.

“Queremos todos, das prefeituras e do governo do Estado, engajados neste projeto. Vamos fazer uma festa bonita. Seremos o primeiro Estado a recebê-la, depois do Distrito Federal. Sabemos que a primeira impressão é a que fica. Então, nossa responsabilidade é grande. Vamos organizar uma estratégia conjunta, envolvendo diversos setores, para mostrar nossa cultura e nossa mobilização ao mundo. Vou acompanhar a tocha por boa parte destas cidades e convido o ministro para, juntos, presenciar a festa bonita que vamos preparar para recebê-la”, disse.

O ministro George Hilton, por sua vez, agradeceu o convite e frisou que vai acompanhar Marconi. “O governador falou que vai acompanhar a tocha por boa parte das cidades e fez o convite para eu acompanhá-lo. Vamos preparar o uniforme de corrida para isso. Eu estarei aqui novamente. Não temos dúvida que Goiás deverá contribuir para que este evento do revezamento seja de grande relevância para o País. Este é um Estado que investe em esporte. É fácil deduzir que aqui a festa será linda”, disse.

O governador Marconi sugeriu ao comitê a criação de uma campanha de mídia para divulgar e mobilizar as pessoas a acompanharem a passagem da tocha. “Vamos criar uma campanha de divulgação da passagem pelas 12 cidades. Criar, desde já, uma marca. Algo que mobilize as pessoas”, afirmou.

O subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olavo Noleto, destacou a importância de Goiás neste roteiro. “No total, a tocha passará por mais de 300 cidades, mas só 79 terão o privilégio de abrigar a chama a cada dia de revezamento. Em Goiás, estas cidades serão Anápolis, Goiânia e Caldas Novas. Não tenho dúvida que aqui, que é meu Estado, teremos uma grande festa”, destacou.

O prefeito Paulo Garcia garantiu um trabalho de forma sinérgica e coordenada entre todos os municípios e o governo do Estado. Já Maguito Vilela disse que pela primeira vez na história Goiânia vai ser cidade dormitório de Aparecida. “Como a tocha vai dormir em Goiânia e no dia seguinte seguir para Aparecida, será a primeira vez que Goiânia vai ser dormitório de Aparecida”, observou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email