Tragédia em Mariana: BHP é alvo de ação coletiva na Austrália

A mineradora australiana BHP, dona da Samarco, disse que vai se opor a uma ação judicial apresentada na Austrália; ação é de investidores que acusam a empresa de ter descumprido suas obrigações de informação na catástrofe ambiental ocorrida em Mariana, em 2015; no acidente, dezenove pessoas morreram por causa do tsunami de dejetos tóxicos causado pelo rompimento da Barragem do Fundão

Tragédia em Mariana: BHP é alvo de ação coletiva na Austrália
Tragédia em Mariana: BHP é alvo de ação coletiva na Austrália (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)

Minas 247 – A mineradora australiana BHP, dona da Samarco junto com a Vale, disse que vai se opor a uma ação judicial coletiva apresentada na Austrália. A empresa está sendo acusada de ter descumprido suas obrigações de informação, assim como de fraude, na catástrofe ambiental ocorrida em Mariana.

A ação coletiva australiana alega que houve problemas com a represa nos anos anteriores a 2015 e que a BHP deveria ter levado os riscos em conta e informado os investidores.

No acidente ocorrido em novembro de 2015, dezenove pessoas morreram por causa do tsunami de dejetos tóxicos causado pelo rompimento da Barragem do Fundão. O desastre derrubou o valor das ações da BHP. Por isso 3 mil investidores se uniram pela ação coletiva na justiça.

Leia reportagem na íntegra publicada no Estado de Minas.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247