TRE proíbe uso do termo ‘correria’ no horário eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) acatou representação do candidato ao governo pela oposição, José Ronaldo (DEM), e proibiu os candidatos que apoiam governador Rui Costa (PT) de usarem o termo “correria” no horário eleitoral; de acordo com a decisão da justiça eleitoral, “a chapa acionada fez uso do tempo de propaganda que deveria ser, exclusivamente dos deputados, para pedir votos em favor de Rui Costa"

TRE proíbe uso do termo ‘correria’ no horário eleitoral
TRE proíbe uso do termo ‘correria’ no horário eleitoral

Bahia 247 – O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) acatou representação da coligação “Coragem Para Mudar a Bahia”, do candidato ao governo do Estado José Ronaldo (DEM, e proibiu os candidatos que apoiam governador Rui Costa (PT) – candidato à reeleição – de usarem o termo “correria” no horário eleitoral.

Segundo reportagem publicada no Política Livre, de acordo com a decisão da juíza auxiliar Gardênia Pereira Duarte as peças publicitárias serão analisadas, “mas o quadro que se delineia, ao menos em análise perfunctória, indica que a chapa acionada fez uso do tempo de propaganda que deveria ser, exclusivamente dos deputados, para pedir votos em favor de Rui Costa dos Santos, associando-se à alcunha que, segundo os autores da contenda, é utilizada pelo governador do Estado junto ao eleitorado, qual seja, Correria”.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247