TRE-SP aprova contas de Alckmin com ressalvas

Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo aceita recurso do governador tucano após ter rejeitado, na semana passada, suas contas de campanha; na primeira declaração parcial, deixaram de ser computados cerca de R$ 909 mil; na segunda, R$ 8,4 milhões; Geraldo Alckmin será diplomado nesta sexta-feira 18 para assumir o segundo mandato

Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo aceita recurso do governador tucano após ter rejeitado, na semana passada, suas contas de campanha; na primeira declaração parcial, deixaram de ser computados cerca de R$ 909 mil; na segunda, R$ 8,4 milhões; Geraldo Alckmin será diplomado nesta sexta-feira 18 para assumir o segundo mandato
Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo aceita recurso do governador tucano após ter rejeitado, na semana passada, suas contas de campanha; na primeira declaração parcial, deixaram de ser computados cerca de R$ 909 mil; na segunda, R$ 8,4 milhões; Geraldo Alckmin será diplomado nesta sexta-feira 18 para assumir o segundo mandato (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

TRE-SP - Nos dois últimos dias de julgamento das prestações de contas dos candidatos eleitos, ocorridos quarta e quinta-feira (17 e 18), o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo reanalisou as contas prestadas pelo governador reeleito, Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho (PSDB), seu vice, Márcio Luiz França Gomes (PSB), e, ainda, de nove deputados federais e estaduais, e aprovou com ressalvas seus processos. Ao apreciar os embargos de declaração apresentados pelos candidatos, os juízes da Corte reconsideraram decisões anteriores por diversos motivos. Dentre eles, estão a apresentação de novos documentos, que possibilitaram a aprovação das contas, e o novo entendimento firmado pelos magistrados na última segunda-feira (15), quando decidiram seguir os votos proferidos no Tribunal Superior Eleitoral no julgamento das contas da presidente reeleita Dilma Roussef.

Os eleitos que passaram a ter as contas aprovadas com ressalva são:

Governador eleito Geraldo José Alckmin Filho (PSDB) – processo 573764

Deputados federais eleitos:

Miguel Moubadda Haddad (PSDB) – processo 200231
Flávio Augusto da Silva (PSB) – processo 531067

Deputados estaduais eleitos:

Álvaro Batista Camilo, conhecido como Coronel Camilo (PSD) – processo 571773
Feliciano Nahimy Filho (PEN) – processo 500753
Auriel Brito Leal (PT) – processo 577309
Adílson Rossi (PSB) – processo 576010
David Zaia (PPS) – processo 504905
Gilmaci dos Santos Barbosa (PRB) – processo 575925
Cássio de Castro Navarro (PMDB) – processo 501797, que, com a nova retotalização realizada hoje, passou para a condição de suplente.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247