Tribunal condena ex-secretários de finanças

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) condenou os ex-secretários de finanças no governo Ronaldo Lessa por improbidade administrativa. Sérgio Dórea e Eduardo Henrique Ferreira teriam desviado cerca de 41,6 milhões dos salários dos servidores estaduais. O ex-governador foi inocentado

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) condenou os ex-secretários de finanças no governo Ronaldo Lessa por improbidade administrativa. Sérgio Dórea e Eduardo Henrique Ferreira teriam desviado cerca de 41,6 milhões dos salários dos servidores estaduais. O ex-governador foi inocentado
O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) condenou os ex-secretários de finanças no governo Ronaldo Lessa por improbidade administrativa. Sérgio Dórea e Eduardo Henrique Ferreira teriam desviado cerca de 41,6 milhões dos salários dos servidores estaduais. O ex-governador foi inocentado (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) condenou os ex-secretários de finanças do ex-governador Ronaldo Lessa no processo de improbidade administrativa, que foi acionado pelo Ministério Público Estadual. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Justiça desta sexta-feira (14). A ação apurava desvios de cerca de 41,6 milhões, envolvendo os ex-secretários Sérgio Dórea e Eduardo Henrique Ferreira. O montante teria sido descontado dos salários dos servidores estaduais.

O Ministério Público Estadual afirmou no processo que os réus utilizaram a verba do governo de forma indevida, gerando prejuízos para os funcionários públicos estaduais, que foram inseridos no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e ficaram impedidos de pedir empréstimos.

O MPE informou que o funcionário tomava o empréstimo em uma instituição financeira, o valor era descontado do salário, mas não era repassado pelo estado para quem o contraia. Em janeiro de 2007 é que o pagamento dos empréstimos foram feitos novamente, mas ainda faltavam R$ 36.104.332,06 a serem pagos.

O ex-governador Ronaldo Lessa foi inocentado da acusação de desvio de verba por improbidade administrativa. Ele também era réu nessa ação.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email