TSE manda retirar do ar página 'Campos presidente'

Tribunal Superior Eleitoral decidiu pela suspensão imediata da página "Eduardo Campos Presidente", criada no Facebook; perfil foi o primeiro alvo das fiscalizações realizadas neste ano para que os presidenciáveis não exagerem com propagandas antes do período eleitoral; página na rede social reúne 2.197 fãs e ainda se encontra acessível na internet, às 17h30 desta quarta-feira; equipe de assessoria do governador diz comemorar a decisão, uma vez que o perfil não era administrado por ela

Tribunal Superior Eleitoral decidiu pela suspensão imediata da página "Eduardo Campos Presidente", criada no Facebook; perfil foi o primeiro alvo das fiscalizações realizadas neste ano para que os presidenciáveis não exagerem com propagandas antes do período eleitoral; página na rede social reúne 2.197 fãs e ainda se encontra acessível na internet, às 17h30 desta quarta-feira; equipe de assessoria do governador diz comemorar a decisão, uma vez que o perfil não era administrado por ela
Tribunal Superior Eleitoral decidiu pela suspensão imediata da página "Eduardo Campos Presidente", criada no Facebook; perfil foi o primeiro alvo das fiscalizações realizadas neste ano para que os presidenciáveis não exagerem com propagandas antes do período eleitoral; página na rede social reúne 2.197 fãs e ainda se encontra acessível na internet, às 17h30 desta quarta-feira; equipe de assessoria do governador diz comemorar a decisão, uma vez que o perfil não era administrado por ela (Foto: Ana Pupulin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mariana Almeida, Pernambuco 247 - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu a suspensão imediata da página "Eduardo Campos Presidente", criada no Facebook. O perfil foi o primeiro alvo das fiscalizações realizadas neste ano para que os presidenciáveis não exagerem com propagandas antes do período eleitoral. Entretanto, apesar da decisão liminar, assinada pelo ministro Admar Gonzaga na última sexta-feira (28), a página ainda se encontra acessível na internet.

Criado em 2013, o perfil defende a eleição do governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos. O material utilizado, em grande parte, é composto de reproduções de postagens da página oficial do gestor na mesma rede social, reforçando a linha de discurso que vem sendo adotada pelo socialista para atrair o eleitorado.

Um dos posts diz: "A pauta que as ruas apontaram é que o serviço público está analógico enquanto as pessoas estão digitais. O serviço público precisa de inovações e eu tenho certeza que isso só ocorrerá se melhorarmos a política".

A decisão do TSE foi comemorada por Campos. "O perfil é fake, falso. Nós já tínhamos feito várias tentativas para tirar a página do ar, agora ela finalmente vai sair. A decisão foi boa", afirmou a assessoria de imprensa do governo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email