Ultradelatado, Aécio diz que PT é inimigo da Justiça

"É muito triste quando um grupo político e lideranças políticas passam a ter como adversários não os seus oponentes no campo político, mas a Justiça. É o que vem acontecendo hoje com o PT. O PT hoje trava um embate não no campo das ideias, não no Congresso Nacional para defender o seu governo e suas realizações. O PT hoje trava um embate com a Justiça e a história universal, não apenas brasileira, mostra que o desfecho para esses momentos de tensão e de radicalização, é sempre em favor dos poderes constituídos, das nossas instituições", disse o senador Aécio Neves (PSDB-MG), citado por vários delatores da Lava Jato; presidente nacional do PSDB, ele está prestes a ser denunciado pela procuradoria-geral da República

Ultradelatado, Aécio diz que PT é inimigo da Justiça
Ultradelatado, Aécio diz que PT é inimigo da Justiça

Minas 247 – Citado por vários delatores da Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que está prestes a ser denunciado pela procuradoria-geral da República, afirmou que o PT tem hoje como seu principal adversário a Justiça.

"É muito triste quando um grupo político e lideranças políticas passam a ter como adversários não os seus oponentes no campo político, mas a Justiça. É o que vem acontecendo hoje com o PT. O PT hoje trava um embate não no campo das ideias, não no Congresso Nacional para defender o seu governo e suas realizações. O PT hoje trava um embate com a Justiça e a história universal, não apenas brasileira, mostra que o desfecho para esses momentos de tensão e de radicalização, é sempre em favor dos poderes constituídos, das nossas instituições. O papel das oposições, neste instante, é defendê-las de qualquer tipo de assédio", disse ele.

Recentemente, Aécio foi denunciado pela revista Época, da Globo, por contas mantidas por sua família no paraíso fiscal de Lieschtenstein (leia aqui).

Confira, abaixo, as três principais citações:

Na primeira, o doleiro Alberto Youssef aponta Aécio como o mentor intelectual de um mensalão em Furnas, que distribuía mesadas de US$ 100 mil a parlamentares – entre eles, o finado José Janene, que foi sócio de Youssef. Assista aqui:

Na segunda delação, o lobista Fernando Moura afirma que um terço da propina em Furnas era destinada ao líder da oposição:

Na terceira, o entregador de propinas "Ceará" diz que Aécio era "o mais chato" cobrador das entregas de recursos da empreiteira UTC:

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247