Uneafro promove 1º Prêmio Marielle Franco e grande aula de cidadania

O auditório de Geografia da Universidade de São Paulo será palco de dois eventos que abordarão questões ligadas aos direitos humanos e a comunidade negra; para homenagear pessoas e organizações essenciais à luta contra o racismo, o machismo e homofobia, a Uneafro realizará a 1ª edição do Prêmio Marielle Franco de Direitos Humanos e Educação Popular, além de uma aula de cidadania para alunos de dezenas de cursinhos comunitários com o tema "130 anos depois: educação e direitos humanos pela vida do povo negro brasileiro

Marielle Franco 
Marielle Franco  (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com informações da Uneafro - O auditório de Geografia da Universidade de São Paulo (USP) será palco de dois importantes eventos para as questões dos direitos humanos e da comunidade negra neste sábado, 14, a partir das 9h30. Para homenagear pessoas e organizações essenciais à luta contra o racismo, o machismo e homofobia, a Uneafro realizará a 1ª edição do Prêmio Marielle Franco de Direitos Humanos e Educação Popular.

A iniciativa - que passará a ser entregue anualmente pela Uneafro - visa eternizar o nome e o legado de Marielle Franco, vereadora negra assassinada no Rio de Janeiro, que iniciou sua trajetória em um cursinho comunitário pré-vestibular na favela da Maré, trabalho similar ao da Uneafro. Nesta primeira edição, serão homenageados o MNU - Movimento Negro Unificado, o Geledés - Instituto da Mulher Negra e o Núcleo de Consciência Negra na USP.

Antes da premiação, a organização oferecerá uma experiência enriquecedora aos alunos de dezenas de cursinhos comunitários da Uneafro. Com o tema "130 anos depois: educação e direitos humanos pela vida do povo negro brasileiro", a grande aula de cidadania funcionará como uma troca de experiência dos participantes com profissionais de diversas áreas de atuação, como direito e medicina, que também já foram alunos dos cursinhos da organização.

Dicas de estudos para vestibulares e concursos; aulas sobre mídia, manipulação e democracia, além de debates em relação aos direitos da criança e adolescente são alguns dos pontos que serão abordados no evento. A iniciativa é gratuita e aberta ao público.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247