Universidade debate 'Democracia, República e Estado de Direito' em São Paulo

A FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo) sediará nesta segunda-feira 28, às 19h, o Ciclo de Debates da UFMG, com a presença dos professores Fábio Wanderley Reis, Brasilio Sallum Jr. e Leonardo Avritzer, pensadores das Ciências Sociais e da Ciência Política

A FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo) sediará nesta segunda-feira 28, às 19h, o Ciclo de Debates da UFMG, com a presença dos professores Fábio Wanderley Reis, Brasilio Sallum Jr. e Leonardo Avritzer, pensadores das Ciências Sociais e da Ciência Política
A FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo) sediará nesta segunda-feira 28, às 19h, o Ciclo de Debates da UFMG, com a presença dos professores Fábio Wanderley Reis, Brasilio Sallum Jr. e Leonardo Avritzer, pensadores das Ciências Sociais e da Ciência Política (Foto: Gisele Federicce)

247 - A FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo) sediará nesta segunda-feira 28, às 19h, o Ciclo de Debates da UFMG, com o tema Democracia, República e Estado de Direito. O debate terá a presença dos professores Fábio Wanderley Reis, Brasilio Sallum Jr. e Leonardo Avritzer, pensadores das Ciências Sociais e da Ciência Política.

O encontro discutirá a derrubada da presidente Dilma Rousseff e a crise política prolongada que colocaram em xeque o legado da Constituição de 1988, explica o Prof. Dr. Aldo Fornazieri, docente da FESPSP e mediador do debate.

Ainda de acordo com o professor, o pacto social implícito à Constituição, orientado para a afirmação de direitos sociais e cidadania, está sofrendo um duro golpe, o que significa que a própria democracia está sob ataque, ameaçando os principais valores de igualdade e justiça.

“A crise entre os poderes e a invasão de competências entre os poderes agridem o próprio sistema Republicano. Arbitrariedades, omissões e parcialidades patrocinadas pelo Poder Judiciário introduziram mecanismos de exceção judicial que ameaçam o Estado de Direito”, diz ele.

O que significa tudo isso? O que fazer? Para onde ir? Essas são algumas das questões que serão debatidas entre três dos principais cientistas sociais do Brasil: Fábio Wanderley Reis (UFMG), Brasílio Sallum (USP) e Leonardo Avritzer (UFMG). O evento é uma parceria entre a FESPSP e a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). 
 
Conheça os debatedores:
 
Fábio Wanderley Reis
 
Tem graduação em Sociologia e Política e Administração Pública pela Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG (1959), pós-graduação em Sociologia pela FLACSO (Santiago do Chile, 1963), mestrado (1970) e doutorado (1974) em Ciência Política pela Harvard University. Atualmente é professor emérito da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG. Foi professor visitante, pesquisador associado ou conferencista de instituições do país e do exterior, sendo membro do conselho editorial de várias publicações de ciências sociais. Foi presidente da Anpocs, tem ampla atividade como publicista e longa atuação junto a órgãos de fomento científico e apoio à pesquisa, tendo integrado o Conselho Deliberativo do CNPq. Tem experiência nas áreas de Sociologia e Ciência Política, trabalhando com temas ligados a desenvolvimento político, autoritarismo e transição; cidadania, estado e mercado; democracia, processo eleitoral brasileiro e questão social; cena mundial e globalização. Recebeu o prêmio de melhor obra científica por Política e Racionalidade e é Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Brasilio Sallum Jr.
 
Professor Titular de Sociologia da Universidade de São Paulo e Pesquisador I-A do CNPq.. Graduado em Ciências Sociais (1970) , doutor em Sociologia (1979) e Livre-Docente (1995) pela Universidade de São Paulo. Representa os professores titulares junto à Congregação da FFLCH; Ocupou vários cargos de direção e assessoria na Universidade de São Paulo. Participa dos conselhos editoriais de Lua Nova - Revista de Cultura e Política, Tempo Social - Revista de Sociologia da USP, Sociologia & Política e Sociologia & Antropologia. É assessor do CNPq, da CAPES e da FAPESP. Coordena o Consórcio de Informações Sociais (CIS), projeto da U SP/Anpocs, e desenvolve a pesquisa "Crise Política e Impeachment". Seus trabalhos se concentram nas áreas de Teoria Sociológica, Estratificação Social e Sociologia Política.
 
Leonardo Avritzer
 
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (1983), mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (1987), doutorado em Sociologia Política - New School for Social Research (1993) e pós-doutorado pelo Massachusetts Institute of Technology (1998-1999) e (2003). Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi representante de área da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2005-2011), professor visitante da USP (2004), da Tulane University (2008) e da Universidade de Coimbra (2009). Foi diretor da Associação Nacional de Pós-Gradua ção e Pesquisa em Ciências Sociais (1997-1998) e atual presidente da Associação Brasileira de Ciência Política (2012-2014). É membro do Conselho Consultivo da International Political Science Association (IPSA). É autor dos seguintes livros: Democracy and the public space in Latin America (2002) e A moralidade da democracia (1996) - prêmio melhor livro do ano (ANPOCS), Participatory Institutions in Democratic Brazil (2009), Los Desafio
 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247