USP, Unicamp e Unesp preparam greve

Docentes, trabalhadores e estudantes da USP, Unicamp e Unesp realizam ato político conjunto, nesta terça-feira (29), contra o reajuste salarial de apenas 1,5% proposto pelas reitorias; trabalhadores representados pelo Sindicato de Trabalhadores da Unicamp (STU) estão parados desde 22 de maio, e os trabalhadores da USP estão paralisados com indicativo de greve a ser avaliado na próxima assembleia da categoria. Os docentes da Unesp também participarão da paralisação

Fachada da Universidade de São Paulo.
Fachada da Universidade de São Paulo. (Foto: Paulo Emílio)

São Paulo 247 - Docentes, trabalhadores e estudantes das três universidades estaduais paulistas –USP, Unicamp e Unesp– realizam ato político conjunto, nesta terça-feira (29), contra o reajuste salarial de apenas 1,5% proposto pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Creusp), informa o Brasil de Fato.

"Os protestos ocorrerão enquanto os conselhos universitários, considerados ambientes favoráveis às indicações dos reitores, avaliam a proposta. As universidades estaduais vinham sob campanha salarial nas últimas semanas, com indicativo de paralisação e greve em todos os setores. Os trabalhadores representados pelo Sindicato de Trabalhadores da Unicamp (STU) estão parados desde 22 de maio, e os trabalhadores da USP estão paralisados com indicativo de greve a ser avaliado na próxima assembleia da categoria. Os docentes da Unesp também participarão da paralisação".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247