Vacina contra a dengue deve obter registro no Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse nesta terça-feira (15) que a vacina contra a dengue produzida pela multinacional francesa Sanofi Pasteur "está na iminência de conseguir aprovação no Brasil"; ao mesmo tempo em que espera o resultado da vacina contra a dengue, o ministro da Saúde diz que o governo "está disposto a fazer parcerias" para pesquisas de uma possível vacina contra o zika; segundo o ministro, o principal impasse à vacina está nos custos para que ela seja oferecida à população; "Qual o problema? O custo é bastante elevado. Uma dose custa em torno de 20 euros (R$ 84). Com uma população de 200 milhões de habitantes, isso fica inviável", afirmou

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse nesta terça-feira (15) que a vacina contra a dengue produzida pela multinacional francesa Sanofi Pasteur "está na iminência de conseguir aprovação no Brasil"; ao mesmo tempo em que espera o resultado da vacina contra a dengue, o ministro da Saúde diz que o governo "está disposto a fazer parcerias" para pesquisas de uma possível vacina contra o zika; segundo o ministro, o principal impasse à vacina está nos custos para que ela seja oferecida à população; "Qual o problema? O custo é bastante elevado. Uma dose custa em torno de 20 euros (R$ 84). Com uma população de 200 milhões de habitantes, isso fica inviável", afirmou
O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse nesta terça-feira (15) que a vacina contra a dengue produzida pela multinacional francesa Sanofi Pasteur "está na iminência de conseguir aprovação no Brasil"; ao mesmo tempo em que espera o resultado da vacina contra a dengue, o ministro da Saúde diz que o governo "está disposto a fazer parcerias" para pesquisas de uma possível vacina contra o zika; segundo o ministro, o principal impasse à vacina está nos custos para que ela seja oferecida à população; "Qual o problema? O custo é bastante elevado. Uma dose custa em torno de 20 euros (R$ 84). Com uma população de 200 milhões de habitantes, isso fica inviável", afirmou (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse nesta terça-feira (15) que a vacina contra a dengue produzida pela multinacional francesa Sanofi Pasteur "está na iminência de conseguir aprovação no Brasil". Ao mesmo tempo em que espera o resultado da vacina contra a dengue, o ministro da Saúde diz que o governo "está disposto a fazer parcerias" para pesquisas de uma possível vacina contra o zika.

Na última semana, a vacina obteve o aval da agência reguladora do México, o primeiro entre 20 países no qual a empresa busca o registro. A autorização é necessária para a que a vacina possa ser comercializada no mercado.

Segundo o ministro, o principal impasse à vacina está nos custos para que ela seja oferecida à população. "Qual o problema? O custo é bastante elevado. Uma dose custa em torno de 20 euros (R$ 84). Com uma população de 200 milhões de habitantes, isso fica inviável", afirmou.

De acordo com Castro, uma ideia inicial seria oferecer a vacina para adolescentes de 10 e 14 anos, "porque é um público que se movimenta muito", diz, o que facilitaria a transmissão da doença.

Outra possibilidade é oferecer a vacina até que sejam finalizados os testes da vacina em desenvolvimento pelo Instituto Butantan, que conta com apenas uma dose -no caso da Sanofi, são três. "É nossa grande esperança. Se isso acontecer, é um salto qualitativo muito grande", afirma o ministro.

Sobre a possibilidade de parcerias para uma vacina contra a Zika, o ministro informou que um público-alvo em potencial seria as mulheres grávidas, devido ao aumento de casos suspeitos de bebês com microcefalia no país. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email