Vacinação contra influenza começa nesta terça

Campanha de Vacinação Contra Influenza 2016 foi antecipada e começa nesta terça-feira, dia 12, em Goiás; inicialmente as vacinas estarão disponíveis na rede pública em Goiânia e Região Metropolitana, Região Pirineus e Região Centro Sul num total de 61 municípios; a partir de 18 de abril começa a imunização nos demais 185 municípios  

Campanha de Vacinação Contra Influenza 2016 foi antecipada e começa nesta terça-feira, dia 12, em Goiás; inicialmente as vacinas estarão disponíveis na rede pública em Goiânia e Região Metropolitana, Região Pirineus e Região Centro Sul num total de 61 municípios; a partir de 18 de abril começa a imunização nos demais 185 municípios
 
Campanha de Vacinação Contra Influenza 2016 foi antecipada e começa nesta terça-feira, dia 12, em Goiás; inicialmente as vacinas estarão disponíveis na rede pública em Goiânia e Região Metropolitana, Região Pirineus e Região Centro Sul num total de 61 municípios; a partir de 18 de abril começa a imunização nos demais 185 municípios   (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - A Campanha de Vacinação Contra Influenza 2016 foi antecipada e começa nesta terça-feira, dia 12, em Goiás. Inicialmente as vacinas estarão disponíveis na rede pública em Goiânia e Região Metropolitana, Região Pirineus e Região Centro Sul num total de 61 municípios. A partir de 18 de abril começa a imunização nos demais 185 municípios, segundo o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela.

A vacinação é destinada aos grupos prioritários, que são: crianças de seis meses a menores de cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres que deram à luz recentemente, presos e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais. Vilela explica que essas pessoas devem ter prioridade porque são mais susceptíveis aos casos graves e também devido à capacidade de vacina produzida pelos laboratórios não ser suficiente para toda a população.

“Nós temos problemas tanto de capacidade de produção de vacina por parte dos laboratórios quanto à questão do custo. Esses grupos são mais susceptíveis aos casos graves e ao óbito. 70% dos óbitos de gripe A ocorrem nesses grupos. Se nós protegermos esses grupos de risco podemos baixar em até 70% os óbitos, além de diminuir a circulação do vírus”. Há também vacina na rede particular que, para Vilela, serve como complementação da prevenção para aqueles que não fazem parte desses grupos prioritários.

Em Goiás, a meta da Campanha é atingir 80% dos grupos de risco, o que representa 1,5 milhão de pessoas. “Até maio, teremos disponíveis 1,6 milhão de doses e acredito que iremos atingir este objetivo”. A vacinação segue até dia 20 de maio. É preciso ressaltar que após tomar a vacina, o organismo leva em média de 12 a 15 dias para estar protegido.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247