Valente: a campanha de Alckmin está caindo no ridículo

"Gente! A campanha de Alckmin tá caindo no ridículo como em 2010. Esta de contratar claque p/ aplaudi-lo em aeroporto, não é só desespero tucano p/competir c/Bolsonaro, é a demonstração cabal do estrago q o apoio ao golpe fez aos tucanos", afirmou o deputado federal Ivan Valente (Psol-SP)

"Gente! A campanha de Alckmin tá caindo no ridículo como em 2010. Esta de contratar claque p/ aplaudi-lo em aeroporto, não é só desespero tucano p/competir c/Bolsonaro, é a demonstração cabal do estrago q o apoio ao golpe fez aos tucanos", afirmou o deputado federal Ivan Valente (Psol-SP)
"Gente! A campanha de Alckmin tá caindo no ridículo como em 2010. Esta de contratar claque p/ aplaudi-lo em aeroporto, não é só desespero tucano p/competir c/Bolsonaro, é a demonstração cabal do estrago q o apoio ao golpe fez aos tucanos", afirmou o deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) criticou o ex-governador de São Paulo e presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin. 

"Gente! A campanha de Alckmin tá caindo no ridículo como em 2010. Esta de contratar claque p/ aplaudi-lo em aeroporto, não é só desespero tucano p/competir c/Bolsonaro, é a demonstração cabal do estrago q o apoio ao golpe fez aos tucanos", escreveu o parlamentar nesta sexta-feira (15) em sua conta no Twitter.

A campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) decidiu usar claques para recepcionar o tucano nos aeroportos, mas, de acordo com informação da Coluna do Estadão, a decisão enfrentou resistências, pois uma parte da equipe avaliou que copiar o pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL) era um erro - claque é quando profissionais são contratadas para aplaudir alguma pessoa pública, algum espetáculo. 

Outros membros da equipe tucana, no entanto, avaliaram que o parlamentar teria muito menos "jogo de cintura" e "carisma". Os críticos temem repetir 2006, quando Alckmin usou uma jaqueta com slogans de estatais para tentar conter críticas de que iria privatizar empresas.

Pesquisa Datafolha, divulgada no domingo (10) pelo jornal "Folha de S.Paulo", apontou Alckmin na quarta posição, com 6% dos votos junto com Ciro Gomes (PDT), atrás do ex-presidente Lula (30%), do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), com 17%, e da ex-senadora Marina Silva, da Rede (10%).

Nos outros três cenários, o tucano aparece em quarto lugar, com 7% (leia mais aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247