Valente: Meirelles deve ser uma candidatura zumbi

"Com os índices desastrosos da economia, Henrique Meirelles (MDB) deve ser uma candidatura zumbi com muito tempo de TV. Deixa em dúvida até sua fama de suposto bom economista, já que vai torrar dinheiro num investimento com chance zero de vingar", escreveu o parlamentar no Twitter

Valente: Meirelles deve ser uma candidatura zumbi
Valente: Meirelles deve ser uma candidatura zumbi (Foto: Esq.: Alex Ferreira - Câmara / Dir.: Fabio Pozzebom - ABR)

SP 247 - O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) criticou o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, candidato do MDB à presidência da República.

"Com os índices desastrosos da economia, Henrique Meirelles (MDB) deve ser uma candidatura zumbi com muito tempo de TV. Deixa em dúvida até sua fama de suposto bom economista, já que vai torrar dinheiro num investimento com chance zero de vingar", escreveu o parlamentar no Twitter.

O congressista bateu no governo Michel Temer. "São TODOS TEMER! Levantamento feito pela Folha aponta que PSDB e Centrão votaram quase sempre juntos e a favor de projetos do governo após colocarem Temer na presidência. São os responsáveis diretos pela tragédia que vivemos na economia e pelo governo mais corrupto da história", disse.

Segundo o Banco de Dados Legislativos do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), em média 88% dos parlamentares tucanos votaram com o governo desde o impeachment de Dilma Rousseff e a posse de Temer. As estatísticas foram publicadas em matéria do jornal paulista.

O texto apontou, ainda, que, nas bancadas dos oito partidos alinhados com o presidenciável Geraldo Alckmin (DEM, PP, PPS, PR, PRB, PSD, PTB e SD), o apoio a Temer variou entre 83% e 89%. Todos esses partidos ocuparam cargos no governo. Cada um ganhou um ministério, exceto o Solidariedade (confira mais aqui).

Valente aproveitou para criticar a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy. "A ex-prefeita de São Paulo e senadora Marta Suplicy anunciou sua saída da vida política institucional. Terminou sua carreira de forma melancólica", disse.

Em comunicado, Marta anunciou que não vai disputar a reeleição para o Senado e afirmou que deixará o MDB.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247