Vendaval mata duas pessoas na Serra Gaúcha

Um vendaval matou duas pessoas neste domingo em São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul; dezenas de feridos necessitaram de atendimento médico e dez pessoas estão desaparecidas; além disso, mais de 100 casas do município da Serra Gaúcha ficaram destelhadas; Secretaria de Saúde órgão disse que repassará amanhã (13) R$ 175 mil à prefeitura da cidade por determinação do governador José Ivo Sartori

Um vendaval matou duas pessoas neste domingo em São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul; dezenas de feridos necessitaram de atendimento médico e dez pessoas estão desaparecidas; além disso, mais de 100 casas do município da Serra Gaúcha ficaram destelhadas; Secretaria de Saúde órgão disse que repassará amanhã (13) R$ 175 mil à prefeitura da cidade por determinação do governador José Ivo Sartori
Um vendaval matou duas pessoas neste domingo em São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul; dezenas de feridos necessitaram de atendimento médico e dez pessoas estão desaparecidas; além disso, mais de 100 casas do município da Serra Gaúcha ficaram destelhadas; Secretaria de Saúde órgão disse que repassará amanhã (13) R$ 175 mil à prefeitura da cidade por determinação do governador José Ivo Sartori (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - Um vendaval matou duas pessoas hoje (12) em São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul. Dezenas de feridos necessitaram de atendimento médico e dez pessoas estão desaparecidas. Além disso, mais de 100 casas do município da Serra Gaúcha ficaram destelhadas.

As informações são da Secretaria de Saúde do estado. O órgão disse que repassará amanhã (13) R$ 175 mil à prefeitura da cidade por determinação do governador José Ivo Sartori.

O secretário estadual de Saúde, João Gabbardo dos Reis, também orientou a Central de Regulação do Estado a priorizar o atendimento às solicitações do município e autorizou a compra de leitos de internação na rede privada, caso seja necessário.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247