Vereadora diz que falta transparência em relatório fiscal da prefeitura

Presente à sessão na qual foi apresentado o relatório fiscal do primeiro quadrimestre da prefeitura de Salvador, a vereadora Marta Rodrigues (PT) avalia que "há uma grave ausência de transparência nas ações do Poder Executivo"; "Temos uma dificuldade enorme para poder fiscalizar o executivo, afinal. Olhando aqui na sua apresentação vejo que tem muitas referências, mas não tem os dados da secretaria. Deve ser isso que coloca Salvador na 17ª posição em transparência entre as capitais do país, conforme pesquisa do TCU", disse Marta

Marta Rodrigues
Marta Rodrigues (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Presente à sessão na qual foi apresentado o relatório fiscal do primeiro quadrimestre da prefeitura de Salvador, na quarta-feira (31), na Câmara Municipal, a vereadora Marta Rodrigues (PT) avalia que "há uma grave ausência de transparência nas ações do Poder Executivo".

Após a apresentação dos dados, Marta fez alguns questionamentos ao secretário da Fazenda, Paulo Souto, entre eles o porquê de a prefeitura propor o perdão da dívida do IPTU no Projeto Revitalizar, ter estimado renúncia fiscal no PIDI 2015, mas ao mesmo tempo, afirmar que precisa de arrecadação.

"Aos interesses de quem a prefeitura pretende atender ao perdoar dívidas de IPTU no Projeto Revitalizar, sendo que a população sequer foi chamada para debater esse projeto?", questiona a vereadora.

Marta Rodrigues questionou ainda os motivos da receita estar abaixo da expectativa em relação à arrecadação, principalmente se comparado com alguns municípios do País como Fortaleza e Belo Horizonte. Ela frisou, também, a inexistência de dados e informações no balanço da secretaria municipal.

"Temos uma dificuldade enorme para poder fiscalizar o executivo, afinal, este é nosso papel. Olhando aqui na sua apresentação vejo que tem muitas referências, mas não tem os dados da secretaria. Deve ser isso que coloca Salvador na 17ª posição em transparência entre as capitais do país, conforme pesquisa do TCU", disse a petista.

A vereadora do PT destacou que uma pesquisa realizada pela entidade Macroplan sobre os 100 principais municípios do país mostrou que Salvador está em 83º lugar em relação aos recursos aplicados na pasta da saúde. "A quarta capital do país, com uma população estimada em três milhões, mas que está nessa colocação no quesito de recursos aplicados na pasta da saúde é uma vergonha".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247