Vereadores preveem 'Câmara mais propositiva' em nova legislatura

Os vereadores de Salvador têm expectativa de que a atual legislatura será 'mais propositiva'; sinal disso, segundo eles, é o 'fato inédito' na Câmara Municipal de 69 projetos terem sido apresentados pelos parlamentares no mês de janeiro, no recesso; foram 30 projetos de lei, 35 indicações ao Poder Executivo e quatro projetos de resolução; "Sem dúvida isso é um prenúncio de que teremos uma boa produtividade. A população de Salvador espera isso. Temos vereadores novos nesta legislatura, cheios de vontade e de boas ideias para engrandecer o debate na Casa", disse ao jornal Tribuna da Bahia o líder da minoria na Câmara, vereador José Trindade (PSL)

Os vereadores de Salvador têm expectativa de que a atual legislatura será 'mais propositiva'; sinal disso, segundo eles, é o 'fato inédito' na Câmara Municipal de 69 projetos terem sido apresentados pelos parlamentares no mês de janeiro, no recesso; foram 30 projetos de lei, 35 indicações ao Poder Executivo e quatro projetos de resolução; "Sem dúvida isso é um prenúncio de que teremos uma boa produtividade. A população de Salvador espera isso. Temos vereadores novos nesta legislatura, cheios de vontade e de boas ideias para engrandecer o debate na Casa", disse ao jornal Tribuna da Bahia o líder da minoria na Câmara, vereador José Trindade (PSL)
Os vereadores de Salvador têm expectativa de que a atual legislatura será 'mais propositiva'; sinal disso, segundo eles, é o 'fato inédito' na Câmara Municipal de 69 projetos terem sido apresentados pelos parlamentares no mês de janeiro, no recesso; foram 30 projetos de lei, 35 indicações ao Poder Executivo e quatro projetos de resolução; "Sem dúvida isso é um prenúncio de que teremos uma boa produtividade. A população de Salvador espera isso. Temos vereadores novos nesta legislatura, cheios de vontade e de boas ideias para engrandecer o debate na Casa", disse ao jornal Tribuna da Bahia o líder da minoria na Câmara, vereador José Trindade (PSL) (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Os vereadores de Salvador têm expectativa de que a atual legislatura, iniciada dia 1º de janeiro, será, em suma, mais propositiva. Um sinal disso é o 'fato inédito' na Câmara Municipal de 69 projetos terem sido apresentados pelos parlamentares no mês de janeiro, em pleno recesso institucional. Foram 30 projetos de lei, 35 indicações ao Poder Executivo e quatro projetos de resolução.

"Sem dúvida isso é um prenúncio de que teremos uma boa produtividade. A população de Salvador espera isso. Temos vereadores novos nesta legislatura, cheios de vontade e de boas ideias para engrandecer o debate na Casa", disse ao jornal Tribuna da Bahia o líder da minoria na Câmara, vereador José Trindade (PSL).

De volta ao Legislativo, a vereadora Marta Rodrigues (PT) também vê com boa expectativa a atuação parlamentar neste e nos próximos três anos.

"O Legislativo municipal está mais próximo do cidadão em qualquer lugar do país, porque o cidadão tem mais facilidade de chegar até nós. É muito difícil alguém ir aos deputados federais e aos senadores em Brasília reclamar alguma coisa. E é preciso que entendamos isso. A Câmara de Salvador precisa estar próxima do povo, de portas abertas para o povo. O cidadão precisa olhar para aquela Casa e dizer: 'essa Câmara me representa'. Tem que ser assim, porque somos os legisladores de nossa cidade. Nossas decisões refletem diretamente na vida do cidadão", disse Marta.

Decano da Câmara Municipal, no exercício do sétimo mandato consecutivo, o vereador Odiosvaldo Vigas (PDT) também espera que o Legislativo esteja à altura dos anseios populares. "Aquela Casa é de fato a casa do povo. O cidadão soteropolitano precisa entrar na galeria da Câmara e participar".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247