Vice de Doria, Bruno Covas fez viagem de 12 dias a Paris

Após ficar afastado do cargo 12 dias por conta de uma viagem a Paris, o vice-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, reassume o posto nesta quarta-feira (25); a longa ausência de Bruno foi criticada por assessores e vereadores municipais; para o vereador Gilberto Natalini (PV), a duração da viagem é "injustificável"

Joao doria e Bruno covas
Joao doria e Bruno covas (Foto: Charles Nisz)

SP 247 - O vice-prefeito Bruno Covas (PSDB) desembarcará em São Paulo nesta quarta-feira (25), após 12 dias afastado do cargo, em virtude de viagem a Paris. Essa foi a quarta viagem internacional em caráter oficial do tucano desde que ele assumiu a vice-prefeitura e a Secretaria de Prefeituras Regionais, responsável pelos serviços de zeladoria e fiscalização do comércio. 

A duração da viagem causou desconforto entre auxiliares do prefeito João Doria. Turista contumaz, Doria costuma fazer viagens rápidas para fora do Brasil. A longa ausência do vice-prefeito também foi criticada pelos vereadores. Para o vereador Gilberto Natalini, uma viagem de 12 dias é injustificável, pois a presença física do vice prefeito é fundamental.

Segundo a assessoria do vice-prefeito, ele viajou a Paris para duas atividades: a primeira foi a convite do governo francês e a segunda da Bloomberg Philantropie, para representar o prefeito João Doria (PSDB). Ainda de acordo com a assessoria, os anfitriões pagaram a passagem e hospedagem.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247