Vice-líder do PT recebeu abertura de impeachment com ‘serenidade’

Vice-líder do PT na Câmara, o deputado Afonso Florence disse que o partido recebeu "com serenidade" a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, aceita pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha; ele adianta que o PT "não vai acatar a chantagem de Eduardo Cunha"; "Ele estava tentando chantagear para tentar pressão, pois as provas contra ele [Eduardo Cunha] são robustas. As contas da presidente Dilma são lícitas. Vamos votar o impeachment e vai reprovar. Não vamos acatar chantagem de Cunha"

Dep. Afonso Florence no plenário
Dep. Afonso Florence no plenário (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Vice-líder do PT na Câmara, o deputado baiano Afonso Florence disse que o partido recebeu "com serenidade" a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, aceita pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Florence adianta que o PT "não vai acatar a chantagem de Eduardo Cunha".

"Ele estava tentando chantagear para tentar pressão, pois as provas contra ele [Eduardo Cunha] são robustas. As contas da presidente Dilma são lícitas. Vamos votar o impeachment e vai reprovar. Não vamos acatar chantagem de Cunha", disse Afonso Florence em entrevista ao Bahia Notícias.

Ainda de acordo com o deputado, "apesar de nos últimos dias tentarem jogar Cunha no colo do PT", ele "sempre foi apoiado pelo PSDB e DEM".

"Nós apoiamos outro candidato para presidência da Casa, toda as vezes que votamos temas importantes, estivemos em lados opostos ao dele, ele sempre esteve com PSDB e DEM. Ele age de forma muito virulenta".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247