Vigília marca os 58 meses da tragédia da boate Kiss

Uma vigília nesta segunda-feira (27) marca os 58 meses da tragédia da boate Kiss, em Santa Maria; todos os meses, familiares e amigos homenageiam os mortos no incêndio ocorrido em uma boate da cidade gaúcha em janeiro de 2013; a tragédia deixou 242 mortos e mais de 600 feridos

***FOTO EMBARGADA PARA JORNAIS DO RS E SC*** SANTA MARIA, RS, 05.02.2013: TRAGÉDIA/BOATE KISS/RS - Técnicos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) de Porto Alegre estão em Santa Maria na manhã desta terça-feira para realizar uma nova inspeção na boate Kiss,
***FOTO EMBARGADA PARA JORNAIS DO RS E SC*** SANTA MARIA, RS, 05.02.2013: TRAGÉDIA/BOATE KISS/RS - Técnicos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) de Porto Alegre estão em Santa Maria na manhã desta terça-feira para realizar uma nova inspeção na boate Kiss, (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio Grande do Sul 247 - Nesta segunda-feira (27/11), como ocorre todo dia 27 de cada mês, atividades serão realizadas na tenda dos familiares de vítimas, no centro de Santa Maria, para lembrar a tragédia da boate Kiss. Na passagem pelos 58 meses da tragédia, familiares de vítimas farão uma vigília das 9h às 18h, na Praça Saldanha Marinho.

Será realizado, no local, um momento de reflexão, oração e canto sob o comando da professora aposentada Maria das Graças Py. Ao final da vigília, às 18h, ocorrerá o tradicional Minuto do Barulho, com palmas para homenagear as vítimas da tragédia. 

A tragédia deixou 242 mortos e mais de 600 feridos. A boate tinha capacidade para 691 pessoas, mas a suspeita é que mais de 800 estivessem no interior do estabelecimento. De acordo com a polícia, os principais fatores que contribuíram para a tragédia foram o material empregado para isolamento acústico (espuma irregular), uso de sinalizador em ambiente fechado, indício de superlotação, saída única, falhas no extintor e exaustão de ar inadequada.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247