Violência dispara em São Paulo e latrocínios crescem 20%

Entre janeiro e julho deste ano, foram contabilizados no estado de São Paulo 237 casos de latrocínio [roubo seguido de morte] no estado, número inferior apenas ao registrado em 2003, quando foram notificados 342 casos no mesmo período, segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública; número de estupros também subiu 12,8%

Entre janeiro e julho deste ano, foram contabilizados no estado de São Paulo 237 casos de latrocínio [roubo seguido de morte] no estado, número inferior apenas ao registrado em 2003, quando foram notificados 342 casos no mesmo período, segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública; número de estupros também subiu 12,8%
Entre janeiro e julho deste ano, foram contabilizados no estado de São Paulo 237 casos de latrocínio [roubo seguido de morte] no estado, número inferior apenas ao registrado em 2003, quando foram notificados 342 casos no mesmo período, segundo dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública; número de estupros também subiu 12,8% (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Agência Brasil - O número de casos de latrocínio [roubo seguido de morte] registrados este ano no estado de São Paulo já é o maior desde 2003. O dado foi divulgado hoje (18) pela Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Entre janeiro e julho deste ano foram contabilizados 237 casos de latrocínio no estado, número inferior apenas ao registrado em 2003, quando foram notificados 342 casos no mesmo período. O avanço foi de 20%.

No ano passado, por exemplo, foram registrados 198 boletins de ocorrência desse tipo de crime no período de janeiro a julho.

Na capital paulista, o número também cresceu, passando de 60 casos nos primeiros sete meses do ano passado para 85 no mesmo período deste ano, o maior desde 2013, quando foram registradas 88 ocorrências de janeiro a julho.

Homicídios e estupros

Já o número de homicídios dolosos no estado entre janeiro e julho deste ano caiu, passando de 2018 casos no mesmo período do ano passado para 1931 este ano.

Os casos de estupros avançaram 12,8% no primeiro semestre de 2017.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email