Vitória dos professores: reforma da previdência de Doria é retirada da pauta

O prefeito de São Paulo e pré-candidato ao governo do Estado, João Doria (PSDB), acaba de sofrer mais uma grande derrota política; depois de manifestações enormes de professores e servidores municipais na frente da Câmara dos Vereadores nesta terça-feira 27 e na semana passada, o projeto da reforma da Previdência apresentado pelo governo foi suspenso por 120 dias pelos vereadores da base aliada; proposta do Sampaprev prejudicaria os servidores com retirada de direitos

Vitória dos professores: reforma da previdência de Doria é retirada da pauta
Vitória dos professores: reforma da previdência de Doria é retirada da pauta (Foto: Fernanda Almeida/Midia Ninja | Nacho Doce/Reuters)

SP 247 - O prefeito de São Paulo e pré-candidato ao governo do Estado, João Doria (PSDB), acaba de sofrer mais uma grande derrota política nesta terça-feira 27. Depois de manifestações enormes de professores e servidores municipais na frente da Câmara dos Vereadores e na semana passada, o projeto da reforma da Previdência apresentado pelo governo foi retirado da pauta e suspenso por 120 dias pelos vereadores da base aliada.

Depois de ver que não conseguiria os 28 votos necessários para a aprovação do texto em primeira votação, o vereador Milton Leite (DEM), presidente da Câmara, tirou o texto da pauta e disse que ele passará por comissão de estudos, que deverá manter uma relação contínua com sindicatos e outros órgãos.

A proposta do Sampaprev prejudicaria os servidores com retirada de direitos. Nos protestos da semana passada, professores saíram agredidos pela Polícia Militar dentro da Câmara Municipal.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247