Wagner: ACM Neto "ponga nas obras do governo"

Em comício (com presença do ex-presidente Lula) do candidato do PT ao governo do Estado, Rui Costa, o governador Jaques Wagner disse que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), "gosta de pongar" nas obras de sua gestão; "O prefeito agora bota a placa, só não diz o que está fazendo. Para pongar nas obras que nós estamos fazendo. Você vê muita placa, só não diz quanto custa a obra, nem que obra ele está fazendo"

Em comício (com presença do ex-presidente Lula) do candidato do PT ao governo do Estado, Rui Costa, o governador Jaques Wagner disse que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), "gosta de pongar" nas obras de sua gestão; "O prefeito agora bota a placa, só não diz o que está fazendo. Para pongar nas obras que nós estamos fazendo. Você vê muita placa, só não diz quanto custa a obra, nem que obra ele está fazendo"
Em comício (com presença do ex-presidente Lula) do candidato do PT ao governo do Estado, Rui Costa, o governador Jaques Wagner disse que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), "gosta de pongar" nas obras de sua gestão; "O prefeito agora bota a placa, só não diz o que está fazendo. Para pongar nas obras que nós estamos fazendo. Você vê muita placa, só não diz quanto custa a obra, nem que obra ele está fazendo" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Continua a pegar fogo o cenário eleitoral baiano e os dois maiores líderes das chapas de governo e oposição se mantêm na linha de frente. Na noite de ontem (3), em comício (com presença do ex-presidente Lula) do candidato do PT ao governo do Estado, Rui Costa, o governador Jaques Wagner disse que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), "gosta de pongar" nas obras de sua gestão.

"O prefeito agora bota a placa, só não diz o que está fazendo. Para pongar nas obras que nós estamos fazendo. Você vê muita placa, só não diz quanto custa a obra, nem que obra ele está fazendo".

Wagner voltou a criticar o candidato do DEM, Paulo Souto, que já foi governador. "A gente nessa eleição vai escolher entre dois caminhos: ou continuar no caminho que vem resgatando a dignidade e a cidadania na Bahia e no Brasil ou andar pra trás".

Apesar de Rui ter 15% das intenções de voto dos baianos, conforme as pesquisas, contra 44% de Paulo Souto, o governador continua a acreditar na vitória de seu correligionário. Jaques Wagner mantém discurso de comparação da eleição de 2006, quando ele tinha 9% e derrotou exatamente Paulo Souto no primeiro turno.

"Os conservadores, que nunca olharam como a gente olha para o povo, foram abandonados pelo povo brasileiro. Estou sentindo que a caminhada de Rui e de Otto (Alencar- PSD, candidato a senador) está cheirando à minha caminhada de 2006. Não tenho dúvidas de que os baianos vão comparar os nossos oito anos com oito anos de quem quer voltar".

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247